Potter Go


Você está pronto para essa aventura?
 
InícioPortalFAQGaleriaBuscarMembrosCalendárioGruposRegistrar-seConectar-se
Sejam muito bem vindos ao PotterGo!
:: Topsites Zonkos -[Zks]::
Não deixe de registrar sua trama, só assim você participará da trama principal do RPG! Para mais informações clique aqui!
Em breve disponibilizaremos um sistema de Missões e Quests novinho! Fique atento as novidades do fórum.
Novatos, para melhor entender nosso sistema, não deixe de visitar nosso Guia para Novatos
Convidado, não esqueça de fazer o Teste de Varinhas
Convidado, não deixe de ver nossos cargos disponíveis
Convidado, não esqueça de fazer o Teste do Patrono
ATENÇÃO PLAYERS! Sistema de Apartamentos fechado para reforma.
Fique atento, em breve a Administração disponibilizará um Condomínio Bruxo.
Confira as novidades no grupo das Criaturas Mágicas.
Venha participar da Festa de Halloween no Castelo Harkin Scarbrougth!
CORPO DOCENTE, verifiquem seus corujais com URGÊNCIA!

Compartilhe | 
 

 Salão de Festas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Mark Ødegaard
Durmstrang - Ravenclaw
Durmstrang - Ravenclaw
avatar

Mensagens : 9
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Haus Luft
Ano Escolar: 4º ano
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 13:38





Parecia ter sido o momento ideal para chamar Alison para dançar, pois no mesmo instante uma musica lenta começou a tocar e eu teria novamente a oportunidade de ficar pertinho daquela loira que sinceramente estava mexendo comigo. Ao começar a dança deposito minhas mãos na cintura dela e levo-a de um lado para outro pelo salão como meu pai havia me ensinado quando mais novo, então com um sorriso no rosto respondo ela – Na verdade essa foi uma das únicas coisas que meu pai me ensinou direito – dou uma leve risada ao fitar aqueles lindos olhos da menina.

A musica estava por quase acabar então antes que isso fosse acontecer levo uma de minhas mãos ao rosto dela e arrumo seu cabelo para trás da orelha e com um sorriso meio tímido falo – Então... –  dou uma leve pausa pensando em o quê falar – Sobre aquela noite, se não tivéssemos que ir embora, o quê ia acontecer? –  digo isso para ela lembrando do quase beijo que eles tiveram no Pátio do Relógio que foi interrompido por provavelmente uma ronda monitores que os fizeram ir correndo de volta para o dormitório.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anastasia Jäger Strauss

avatar

Idade : 25
Mensagens : 28
Localização : Noruega / Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa:
Ano Escolar:
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 13:58

Eu precisava de um pouco mais de tempo para me arrumar, então, percebi quando Alison desceu as escadas, provavelmente, pronta. Me olhei no espelho uma última vez, considerando se devia ir mesmo com um vestido curto. O que dizia mesmo no convite? Sport fino. Mas, o que era um Sport fino? Significava vestido longo? Brilho? Eu não costumava ir àquele tipo de festa, não sabia nem por onde começar. Por fim, conclui que o vestido preto rendado e justo estava elegante e que prender o cabelo me dera um ar mais sofisticado.

Desci as escadas e me sentei em uma poltrona perto da janela. A noite estava estrelada com uma temperatura amena, perfeita para uma festa. Observei Alison bater na porta da casa de hóspedes, por que ela iria com o Matth? “Mark...”, conclui com um sorrisinho. Tomara que o Ryan não estrague a noite deles, ele era um bom rapaz, apesar do pai meio inconsequente. Me levantei ao ouvir saltos ecoando pelo mármore da escada e lá estava Ryan acompanhado de Alecto, filha de Matthew. A situação era, no mínimo, inusitada, já que a filha dele estava agora indo ao baile com o pai da garota. – Alec, querida, você está linda. – Sorri e a cumprimentei. – Você também, Ryan. – Dei uma piscadinha para o meu par e segurei no braço livre dele para aparatarmos em direção à festa.

O baile não deixara em nada a desejar em comparação ao que eu imaginara. Decoração impecável, boa comida, boa bebida, música, pessoas bonitas e elegantes... É, praticamente, um novo mundo. Assim que chegamos, reconheci alguns rostos conhecidos de Hogwarts, como o professor Theodore e alguns alunos que freqüentavam a biblioteca. A diretora Lydia estava bem no meio do salão conversando com um homem que eu reconhecia como editor-chefe do Profeta Diário pela sua foto na área do Editorial, então, uma daquelas duas mulheres que estavam com eles deveria ser a nova Ministra da Magia. Que emocionante!

Assim que Alecto avistou Matthew sentado em uma mesa, caminhamos até lá e agradeci a Merlim por Ryan não ter visto Alison e Mark dançando na pista de dança. – Matthew, pretende ficar aí a noite toda? Não vai se embebedar, né? – Sorri condescendente para ele. Eu não sabia quais eram os planos de Ryan, se ele tinha alguém para cumprimentar na festa, já que era vice-ministro, então, permaneci de pé ao lado dele, esperando sua direção. – Podemos pegar algo para beber, Ryan? Confesso que essas taças de champanhe estão bem convidativas.

______________________


Anastasia Eleni Jäger Strauss

When I'm away / I will remember how you kissed me / Under the lamppost back on 6th street / Hearing you whisper through the phone / Wait for me to come home
I ❤️ Lollita
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Feiticeiras de Avalon
Feiticeiras de Avalon
avatar

Idade : 18
Mensagens : 125
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 14:23

As mãos de Mark deslizavam por sua cintura de acordo que rodavam pela pista de dança. Alison se surpreendeu ao saber que ele aprendera a dançar com o pai, afinal, não via o tio Matthew como alguém que dançava. “Talvez tenha sido antes da mãe do Mark morrer”, pensou. Ele tinha uma destreza invejável e Alison ria a cada vez que a fazia girar. Infelizmente, a música já estava acabando e, enquanto a garota pensava e propô-lo mais uma dança, sentiu Mark a puxar mais para perto e encará-la mais firmemente. Seu coração foi à boca e voltou ao ouvi-lo. Sim, se lembrava do que havia acontecido em Hogwarts há algumas noites atrás.

Enquanto estava atrás daquela pilastra no pátio do relógio conversando sobre algo um pouco triste, sentiu Mark se aproximando e, por um instante, quis que ele continuasse. Os lábios dele estavam tão convidativos, seus olhos tão doces e compreensivos, que Alison desejou que ele a beijasse. Talvez, ele a tivesse beijado se não fosse as vozes que ouviram. Devia ter sido dois monitores compartilhando a ronda, mas preferiram não arriscar e, dando a volta por trás da pilastra, saíram correndo dali. Alison não o encontrou mais para conversarem à respeito, só recebera aquela coruja a convidando para o baile.

Agora, parada no meio daquela pista de dança com Mark à sua frente a encarando, não sabia o que responder. – Eu... Eu não sei... – Abaixou os olhos, já sentindo seu rosto queimar de vergonha. Sim, ela sabia, mas conseguiria admitir aquilo em voz alta? – Eu acho que estávamos um pouco confusos naquela noite. – Levantou os olhos para ele novamente. As pessoas ao redor já haviam iniciado uma nova dança, mas eles permaneciam ali, se olhando. Não, ele não parecia nem um pouco confuso. – Talvez teríamos nos beijado, mas não o fizemos. – Finalmente, conseguiu dizer, abrindo um sorrisinho.

______________________


Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ryan Staminkhov Odegaard
Ministro da Magia
Ministro da Magia
avatar

Mensagens : 137

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Sorveira, 25cm, semi-flexível, pêlo de Unicórnio.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 14:50

Ryan Staminkhov Odegaard
Já eram cinco horas da tarde e o despertador, aleatoriamente, começou a gritar que nem mandragulas desenterradas. Provavelmente tenha sido alguma das meninas, ou a Ana que o programou. Bati com a mão várias vezes tentando acertar o maldito relógio e desliga-lo, eu só queria um pouco de paz, afinal, hoje era dia de descanso, então porque diabos aquilo estava berrando nos meus ouvidos. Logo depois cobri o rosto com o travesseiro tapando aquela maldita luz que estava me atrapalhando tentando esquecer que tinha que levantar. Ouvindo o silêncio reinar no meu quarto. " Opa!!! Mais dez minutinhos." Virei de bruços com a coberta encobrindo o meu rosto. Mas que diabos estavam acontecendo? Era muito barulho para uma casa só. Levantei meio desorientado e nem um pouco contente por ter que levantar, tudo bem que já estava tarde, eu parecia um desempregado, precisava dormir um pouco naquela tarde. O silêncio era tudo que eu precisava e queria, mas era algo extremamente difícil com tudo aquilo de meninas na casa. Depois de finalmente acordar, fui me arrumar. {...}

- Sabe, eu não gostei muito deste vestido, mas eu gostar é mesma coisa que nada, pois sei que você vai ir com ele do mesmo jeito - Disse parado na porta do quarto de Alec, minha sobrinha. - Alec, troque isso vai.  - Disse descendo as escadas junto a ela, tudo que eu falei foi em vão, mas já que ela iria daquele jeito, eu iria ficar de olho.. Era meio possível que Matth poderia reclamar para mim, pois eu a vi indo para o baile, eu fui com ela.. Assim que desci as escadas avistei Ana, ela estava linda. - Você também está linda - Disse sorrindo pegando sua mão e dando um beijo como cumprimento. Em seguida aparatamos para o baile. {...}

Eu não era muito de reparar, mas o baile estava lindo. Assim que entramos Alec já avistou Matth e então nos aproximamos dele - Olá irmãozinho - Disse sorrindo. Sempre havia alguém passando por trás da gente, eu olhava-as e balançava a cabeça sorrindo, como um cumprimento. - Acho que ele vai se comportar - Voltei minha atenção aos dois, e logo olhei para Matth - Não é maninho? - Bom, Matth tinha seus defeitos, mas acho que ele não faria isso em uma festa dessa. - Claro, Ana - Olho em volta e vejo o garçom se aproximando, pego duas de suas taças de champanhe e sorrio agradecendo - Aqui está senhorita - Lhe entrego uma taça - Será que poderia me conceder uma dança? - Pergunto sorrindo e dando um gole da bebida. Deixo a taça sobre a mesa e pego sua mão sorrindo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mark Ødegaard
Durmstrang - Ravenclaw
Durmstrang - Ravenclaw
avatar

Mensagens : 9
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Haus Luft
Ano Escolar: 4º ano
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 15:07





Dou uma sorriso após a garota dizer que aquele beijo poderia ter acontecido e com certeza eu iria fazer de tudo para acontecer naquela noite, então voltando a fitar a menina falo para ela – Eu tenho certeza que iria acontecer – reviro os olhos e começo a guia-la em uma nova dança.

Então em meio as risadas e rodopios chego perto do ouvido dela e sussurro – E tenho certeza que vai acontecer está noite – então deposito um beijo no pescoço da menina e volto ao ritmo da dança, com certeza eu havia deixado Alison desconcertada mas por minha sorte aquela era a inteção.

Com o aumentar de pessoas que estavam na pista de dança, eu e Alison nos afastamos e fomos até um canto um pouco separado dos outros que estavam cheios de pessoas, e então comento com ela – Se o seu pai me ver com você, estou morto – dou uma leve risada, então me aproximo um pouco mais da garota acariciando o seu rosto como na outra noite e me aproximando assim fazendo com que os lábios se tocassem de leve e sentindo o doce sabor dos lábios dela e digo – Eu falei que iria acontecer, mas não disse que seria apenas uma vez – pisco para a menina.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anastasia Jäger Strauss

avatar

Idade : 25
Mensagens : 28
Localização : Noruega / Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa:
Ano Escolar:
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 15:23

Dei um longo gole na bebida e senti o champanhe gelado descer por minha garganta. Confesso que aquele convite de Ryan me surpreendeu, afinal, achei que ele estava indo para aquela festa para socializar com seus colegas de Ministério e saudar a nova Ministra. – Eu adoraria. – Sorri e apoiei minha taça na mesa, deixando que ele me conduzisse à pista de dança. A música era uma balada romântica envolvente, então, assim que ele pousou as mãos sobre minha cintura, envolvi seu pescoço com os braços. – O baile está lindo, não acha? Tanta gente importante! – Ri e escondi o rosto no ombro dele. – Desculpe, devo estar parecendo uma boba. Você, provavelmente, vê essas pessoas todos os dias. Eu vejo crianças e livros empoeirados. – Sorri e o encarei. – Obrigada por me trazer, Ryan.

Como um bom bruxo cavalheiro, Ryan sabia conduzir uma dama e giramos graciosamente pelo salão. – A última vez que fui a um baile foi em Hogwarts. Meu par era um garoto espinhento que suava desproporcionalmente ao seu tamanho. – Ri, lembrando do corvino que havia me levado àquele baile tantos anos atrás. Passei a noite toda me enchendo de comida e fugindo dele. – Devo admitir que esse está sendo muitíssimo mais agradável. – Sorri e deixei que ele me girasse no meio da dança, o que fez que eu risse um pouco.

______________________


Anastasia Eleni Jäger Strauss

When I'm away / I will remember how you kissed me / Under the lamppost back on 6th street / Hearing you whisper through the phone / Wait for me to come home
I ❤️ Lollita
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matth Staminkhov Odegaard
Auror Tramista
Auror Tramista
avatar

Mensagens : 69
Localização : Qualquer Uma XD

Ficha Bruxa
Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: Concluído
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 16:09

Matth Staminkhov Odegaard
Alguns minutos já tinham se passado, e o lugar simplesmente ficava mias cheio, eu só não queria '' multidão '', sabe, a ponto de ter que ficar se esbarrando nos outros para poder se mover. Mas o lugar era grande, a musica era agitada, e as pessoas estavam começando a ficar mais animadas. Pegava a taça bebendo mais um pouco de vinho. De novo aquilo voltava para mim, minha perna que não parava por um segundo, era o nervosismo, e a falta do cigarro... '' Eu preciso me distrair ''. De cabeça baixa ainda, ouvia uma voz, olhado para frente observava os três chegando. - A, Filha e você... bom, ainda não estou muito animado. dizia sorrindo para ela, então olhando bem para sua roupa apontava o dedo para a mesma. - Que roupa e essa ?? Hum... Bom, como já esta aqui, não posso fazer mais nada. Mas cuidado em !! Estou de olho em você. Ana e Ryan se aproximam e como sempre algum deles soltava suas piadinhas. - Ana, sempre Bonita !!! Você e minha filha... diria que Ryan veio muito bem acompanhado. Não se preocupem, estou me controlando. Tomava mais um gole do vinho, então observava Ryan chamando a mulher para uma dança.

Sentado na mesa ainda junto com Alec, observava as pessoas se divertindo, na mesa possuía duas garrafas de vinho, pegando ambas misturava elas na taça. - Não vai dançar ?? ou se enturmar com pessoas da sua idade ?. Pegava a taça e virava ela e sentia a bebida bem forte, que descia rasgando pela minha garganta. Com isso sentia um forte arrepio, daquela mesa observava Mark e Alison. Jogando meu corpo para traz esticava as pernas e continuava bebendo, mas o que poderia fazer ? eu mal conhecia aquelas pessoas.

______________________


Matth Staminkhov Odegaard
You fill your lies around me And you think you won
❄️
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Idade : 16
Mensagens : 162
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 6º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 16:33



Festinha


Parecia que existia um furacão de fome dentro de meu estômago. Aquele cheiro de comida que havia perto da cozinha certamente estava melhor do que qualquer outra coisa ali. –Eu considero normal, por exemplo: sentir fome e ir à cozinha comer, o que eu estou querendo fazer no momento já que isso aqui está um tédio. - digo revirando meus olhos o olhando. –Quero aproveitar que meu pai deve estar ocupado demais pra me observar, e minha irmã também. - o olho sorrindo fraco vendo uma outra garota se aproximar de nós. –Eu considero chegar a muito tempo pelas páginas que você leu desse livro, senhor irritadinho. - provocou a loira redirecionando seus olhos para a morena que havia chegado.

-Claro que pode! Não precisa ficar só, isso é uma festa vamos nos divertir! Ninguém merece ficar fazendo uma coisa que se pode fazer em casa, como por exemplo, ler livro de herbologia. -  apontei para o livro do garoto ainda a olhando. Meus olhos procuravam calmamente algum garçom servindo comida ou algum petisco. –Se não quiser ir não vá, fique ai lendo o seu livro enquanto nós duas damos algumas voltas por ai. –disse o olhando nos olhos como se estivesse o encarando. Minha barriga estava roncando cada vez mais que eu falava algo, mas, isso logo se acalmou quando um garçom passou perto da mesa que eu estava e me serviu um petisco de tamanho médio, eu não sabia o que era, mas mesmo assim deixei que me servisse apenas um, para provar. –Olá Eleanor, irei lhe chamar de Ele se não se importar e, você é da grifinória não é? – disse sorrindo olhando para a garota. –Posso te ajudar se quiser, estou indo para o quinto ano e posso ajudar você em qualquer coisa que tiver dúvida, aliás, posso ajudar os dois. - findei experimentando meu petisco. –Hmm, isso aqui é bom!- falei apontando para o salgado em minha mão.

-Odegaard, Alana Odegaard, podem me chamar só de Lana. - olhei para os dois sorrindo fraco. –Eu sei quem você é, seu até o seu nome completo.. Pode ser por que sou monitora ou não, você não parece nada com sua mãe e ela é muito legal e gentil, o que parece ser totalmente o inverso de você. - ironizei o final olhando o garoto loiro a minha frente. –Vamos fazer algo divertido, como por exemplo, sacanear alguém... É sempre bom atrapalhar o baile de alguém. - falei rindo baixo indo na frente. –Siga-me os bons que vocês irão brilhar. - gargalhei um pouco alto me lembrando de minha bolsa em cima da mesa, eu iria precisar dela se quisesse estocar comida que não havia em casa ou em Hogwarts. –Accio bolsa. - conjurei o feitiço apontando para a minha bolsa.


Interação com Seth Kielland Metzger e Eleanor Croft



“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah

______________________

◥ Alana Marie Kuznetsov Odegaard ◣
Monitora chefe - Avaradora - Sonserina - Sextanista
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Feiticeiras de Avalon
Feiticeiras de Avalon
avatar

Idade : 18
Mensagens : 125
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 17:13

Mark pareceu ver o mesmo que a garota, quando a puxou para um canto mais reservado à margem da pista de dança: seu pai dançando com a tia Ana não muito longe dali. Por um lado, Alison ficou feliz que tivessem ido juntos ao baile, afinal, foram as duas pessoas que a criaram depois que sua mãe partiu e quem ela mais amava no mundo junto com sua irmã. Por outro, ficou preocupada que seu pai a visse com Mark, ele podia tirar conclusões erradas. Ou certas. Em todo caso, se deixou ser conduzida pelo garoto e riu quando ele disse que pai o mataria por estarem ali juntos. – Mas por quê? Não estamos fazendo nada demais. – Bom, essa afirmação foi logo combatida quando Mark levou as mãos ao rosto de Alison e a beijou.

Foi um beijo leve que durou alguns segundos, mas o bastante para o coração da menina vir à boca e descer novamente. Demorou alguns segundos para abrir os olhos depois que ele se afastou e um sorriso tímido surgiu em seus lábios. – Se ele ver isso, aí sim te mata. – Não sabia muito bem o que sentir. Gostara do beijo? Sim, muito, mas ele era seu primo e isso a confundia e perturbava. Onde ele estava tentando chegar? Convivera pouco com Mark devido ao fato de ele ter vivido com os avós maternos na infância e ter ido para outra escola, enquanto todos os outros primos foram para Hogwarts. Mas, pelo o que lembrava dele, era sempre alegre e brincalhão e nunca demonstrara um interesse maior por ela. Mas tinha que admitir que, desde a noite no pátio do relógio, não conseguia tirá-lo da cabeça e tinha gostado mesmo daquele beijo.

Estava pronta para respondê-lo quando notou pelo canto dos olhos uma figura loira conhecida. Lana andava pela festa com um vestido deslumbrante que seu pai, com certeza, teria um pequeno infarto ao ver, seguida de outras duas pessoas. Ela parecia a líder do grupo e sua expressão deixava claro que estava indo aprontar alguma coisa. Alison sorriu e meneou levemente a cabeça já sentindo pena de quem seria a vítima. Lana sempre fora a mestre das pegadinhas. Antes de voltar sua atenção novamente para Mark, porém, Alison arregalou os olhos ao reconhecer quem fazia parte do grupinho de Lana. “Seth...”, pensou. O garoto que ela havia conhecido na cozinha há alguns dias, ou melhor, “encantado” na cozinha há alguns dias. Rapidamente, virou de costas para o grupo e parou nervosa de frente ao Mark. – Então, o que estava dizendo? – Sorriu nervosa. Pela lógica, o menino não se lembraria de nada, mas, como nunca tinha usado seu dom durante tantos minutos em uma pessoa só, não podia ter total certeza disso.

______________________


Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eleanor Bianchinni
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Idade : 15
Mensagens : 24
Localização : Alemanha/ Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Cedro, 25cm, Maleável, Ferrão de Explosivins

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 17:30

I do what I want
it


Acabo por sorrir perante a simpatia deles em me incluir.
- Talvez, o Seth não tenha um espírito festivo como nós. - Sugiro enquanto vejo que a menina esperava alguma coisa. - Conta comigo! - Exclamo entusiasmada. - Mas eu preferia que o Seth nos acompanhasse, pois, como disseste, ninguém merece vir a uma festa para estudar. - Concluo, esperando a resposta da parte dele. Esperava que o que a menina lhe falara fizesse-o repensar nas suas opções e, no final de contas, ele parecia meio solitário e demasiado fechado.

- Sim, sou!? - Perguentei um pouco apreensiva, pois, sabia que havia meninos que levavam a competição demasiado a sério. Alguns acabavam por julgar os outros por causa da equipa que tinham e das cores que ostentavam, assim como, dos traços de personalidade que supostamente teríamos para pertencer a uma equipa. Havia alguma hostilidade entre Gryffindor e Slytherin mas para mim isso não importava. - Mas eu não sou uma fanática... Quer dizer, não que tenha alguma coisa contra com quem seja mas... isso para mim não importa. - Acabei meio atrapalhada. Só me apercebi que me percipitei quando percebi que ela meacava de oferecer ajuda com as minhas disciplinas. - Oh! Sério? - Pergunto abrindo um sorriso de orelha a orelha. - Ficaria imensamente grata! Como referi tenho imensas dificuldades em herbologia são tantas ervas, tantas funções, tantas descrições que, por vezes, a minha cabeça parece que vai explodir. - Suspiro, revirando os olhos. Quando o garçon passara pela gente com alguns salguidinhos e aproveitara também para tirar um. Não que tivesse muita fome mas porque tinha uma mania terrível de comer todas as goluseimas e comida que me aparecesse pela frente. - Muito bom! - Exclamo. - Que será isto, exactamente? - Pergunto cheia de curiosidade.

Assinto com a cabeça enquanto ela se apresenta.
- Quem é a mãe dele? Conheço? - Pergunto curiosa tentando perceber o motivo para que Seth o levara a esconder. Eu era tão distraída que era provável que já os tivesse visto juntos e não tivesse associado. Os meus pais sempre disseram que eu era uma cabeça no ar e, actualmente, ainda continuava a sê-lo. - Mas mesmo que a mãe dele o seja, ele não têm de o ser. Não somos propriamente a fotocópia dos nossos pais. - Digo defendendo-o, enquanto vejo ela lhe lançar mais olhar fulminente.

Acabo por encolher os ombros em sinal de concordância. - Não sei se será divertido mas sempre será algo diferente. - Concordo com um sorriso. Ela acaba por apanhar a bolsa que conjura com o feitiço Accio e, eu, preparo-me para segui-la.
- Então, qual é o plano? - Acabo por lhe perguntar em voz baixa aguardando pela sua resposta. - Sabes, não sou muito boa em criar conversas de circunstância, portanto, se quiseres fazer alguma pergunta faz. - Digo tentando-a pô-la à vontade embora ela não precisasse disso.


______________________


Eleanor Bianchinni

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Iron Kielland Metzger
Redatores do Profeta Diário
Redatores do Profeta Diário
avatar

Mensagens : 45

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Aveleira, 28cm, maleável, pena de Hipogrifo.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Seg 13 Mar 2017 - 18:09

O Baile..
Meus olhos estavam fechados, mas por poucos segundos. Os olhares que notava sobre mim, me deixavam um pouco nervoso. Minha respiração parou por alguns segundos, quando vi o olhar que mantinha a uma direção, ser retribuido. Soltei um suspiro fundo, observando o salão e Saphira se aproximar, ela era a nova ministra.

O tempo ia passando e mais pessoas iam chegando. - Saphira, tudo bom? Você está linda - Retribui o beijo no rosto e o cumprimento com a mão. - Por enquanto tudo certo. E quanto a el.. Olha lá - Olhei sorrindo para a porta, aonde Felicity chegava - Felicity acaba de chegar.

- Hey Felicity! - Sorrio pegando sua mão e dando um beijo na mesma - Está linda.. E pode me chamar de Iron. - Felicity era uma mulher alegre, simpática e legal, e a diretora do Mungus. Aparentemente ela estava um pouco nervosa, mas também não era para menos.  - Capaz, você deve ficar - Sorrio. Ela devia mesmo ficar, pois eu ainda queria tirar Lydia para dançar, e acho que ela seria uma boa companhia para a Saphira, elas se dariam bem.

Logo em seguida meus olhos automaticamente foram até Lydia, acompanhando cada passo dela até nós. - Ual! - Sussurrei. E como sempre Lydia mal havia chego e já estava preocupada com os atentados e com a quantia de aurores. - Bom, não temos nenhuma novidade, por enquanto está tudo bem, os aurores são por precaução - Sorrio olhado-a - Mas agora, como meu par está noite, que tal parar de se preocupar um pouco com isso e me conceder uma dança, Srta. Metzger? - Dou um passo para o lado para que ela passasse.

© snap boom pow!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Heather Scavuzzi Phoenix
Comensal Tramista
Comensal Tramista
avatar

Mensagens : 18

Ficha Bruxa
Casa: Haus Feue
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Loureiro, 26cm, flexível, lasca do casco de Centauro.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Ter 14 Mar 2017 - 21:43

A Festa .
______________________________________________________________________________________
Já viu o sangue sob a luz do luar? É quase negro.
______________________________________________________________________________________



Uma festa bruxa liberada para qualquer um que quisesse entrar, ainda mais tendo as figuras mais importantes da nossa sociedade, isso sim era uma festa que iria dar no que falar e era claro que Heather não poderia faltar. A ruiva deu um último retoque na tatuagem falsa que cobria perfeitamente a marca das trevas em seu antebraço, era um desenho de um lobo eurasiático.

Assim que terminou de arrumar a tatuagem, a mulher pegou seu casaco e sua bolsa que dentro continha apenas a sua varinha, e caminhou até a saída do caldeirão furado aparatando dali indo em direção ao local da festa. A fumaça preta se dissipava aos poucos à medida que e a comensal se afastava do beco onde havia aparecido, não podia arriscar ter seu disfarce descoberto, ainda havia muito que se fazer naquele local. A ruiva adentrou na festa com um sorriso irônico no rosto como se eles estivessem cometendo um grave erro e, de fato estavam! –Hora de a festa começar!- exclamou a mulher jogando seu casaco na moça que estava guardando o casaco de todos e pegou um cartão com o número do cabide da onde se encontrava seu casaco e caminhou até uma mesa central vazia e se sentou na cadeira colocando sua bolsa em cima da mesa olhando tudo em volta.




______________________________________________________________________________________
notes: blá.
music: música
tag: #blá
with: com ninguém por enquanto.
______________________________________________________________________________________


thank you secret from TPO.

______________________


Heather Wolfthorn
A morte é o melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thierry G. Scavuzzi

avatar

Idade : 34
Mensagens : 46
Localização : No Inferno, bebendo com o diabo.

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Videira, 33cm, semi-flexível, corda de coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Ter 14 Mar 2017 - 22:55


Thierry G. Scavuzzi
...

Thierry não chegou a responder á uma pergunta sequer da outra comensal. Estava entediado, precisando de diversão e rápido. Sem ter muito o que fazer, virou outro copo da bebida em sua garganta, sentindo o líquido descer ardendo. Suspirou diante do falatório da mulher, e quando ela chamou-o para dançar, alegando ter um plano, Thierry sentiu vontade de recusar, pois só estava a espera de mais comensais para ele por o dele em prática. Por fim, permitiu-se revirar os olhos e se levantar, segurando firmemente a mão da outra comensal e a levando até o meio da pista de dança, começando a dançar, com as suas mãos  uma na cintura de Audrey e outra segurando a mão dela.  

— Se me fazes passar por esta tortura, ao menos fale-me sobre o que planeja. — Resmungou, observando as pessoas dançando ao redor de si e observando de uma maneira muito discreta os aurores presentes ali, medindo seus passos, pensando sobre qual seria o momento perfeito para o ataque.

Ainda dançando com a mulher de um jeito contraído, a fez girar e se abaixar, como nas danças de filme. Queria observar uma auror longe dali, não estava conseguindo ter muita visualização. Thierry tinha um tipo diferente de definição de diversão. O que não lhe pertencia lhe atraia, ainda mais se fosse uma coisa impossível para si. Tinha que admitir, havia gostado da possibilidade de tentar seduzir, ou perseguir, alguém. No caso, a auror para qual estava olhando. Se bem que, Thierry não conseguia saber se era uma auror ou não, mas tinha a leve impressão de já ter lido sobre ela alguma vez no profeta diário, relatando que havia prendido algum assassino bruxo ou algo do tipo.

Olhou para a companheira, vendo que a mesma havia começado a falar, novamente. Ouviu o que disse atentamente, logo voltando a passar o olhar pelo lugar, muito atento a tudo.


Nota off:
 

______________________

Thierry Gunther Scavuzzi
Lorde das trevas - 34 anos - Chris Hemsworth

@
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Seth Kielland Metzger
Auror Tramista
Auror Tramista
avatar

Idade : 19
Mensagens : 26
Localização : Tsc Tsc

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Macieira, 26cm, farfalhante, pena de Fiuum

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qua 15 Mar 2017 - 2:22

Seth sorriu ironicamente para a menina quando esta lhe ofereceu a sua ajuda. Ele logicamente tinha menos matérias curriculares aprovadas do que ela, uma vez que a jovem se encontrava um ano à sua frente quanto ao que se diz de maneira escolar. Ainda assim, não via o porque necessitaria de sua ajuda, contudo, preferiu se manter calado, imaginando que tal escolha não fosse atrapalhar muito mais a primeira impressão que um tinha do outro, ou seja, algo não muito bom. Seth era mesmo um ser um tanto quanto chato. Achava a agora apresentada como Alana sem educação e isto para ele era algo negativo, bem como Leen era uma pessoa deveras fofa, o que também era algo negativo segundo o ponto de vista dele. Não liguem, geralmente não costumava lidar muito bem com as pessoas de fora dos Metzger. - Ninguém Importante. - Comentou, torcendo para que Lana não fosse tão má ao ponto de entregar seu parentesco com Lydia. Não tinha vergonha da sua mãe, pelo contrário, a amava e tinha orgulho de ser seu filho, apenas não queria ficar em sua sombra, não poderia ser somente mais um aluno qualquer ? - Talvez a minha irmã se paressa mais com ela, quando se trata de personalidade. - Disse dando de ombros, enquanto seguia as meninas de perto. Não gostava de estar sendo negligente quanto à este fator, mas o que demais poderia fazer. Tentou focar então na proposta da loira mais animada.

Não era uma péssima sugestão para se fazer naquele local. Estragar a festa das pessoas era melhor do que roubar comida, em sua humilde opinião. Somente se sentia um pouco chateado por ter pedido para a sua irmã não fazer coisas deste tipo e então partir para fazer coisas deste tipo. Seria um hipócrita, mas depois se resolveria com Meleena caso causasse algum problema maior. Quer dizer, depois de se resolver com Lydia, que provavelmente lhe tiraria a vida com um castigo durante décadas. - É o seguinte, meninas. Baseado na ideia da Alana, eu tenho uma proposta para vocês duas. - Sorriu malicioso, enquanto arrumava com delicadeza a sua gravata borboleta. Pigarrou por um instante breve, dizendo então o que tinha em mente. - Ao invés de nós três tentarmos estragar a noite de alguém, cada um de nós tem que fazer isto uma vez enquanto os outros dois assistem. - Sugeriu todo cheio de si, era uma boa oportunidade para saber se aquelas moças eram corajosas ou não. Apostava que a Sonserina faria por orgulho, no mínimo. Já a grifina, mesmo com o seu jeito mais pacato e fofo, ainda sim era uma grifina, pertencia a casa dos valentes e dos mais vândalos de Hogwarts, com todo o respeito. Não era momento para enrolar, portanto, o rapaz deu um empurrãozinho delicado para que Lana desse um passo à frente. - Você começa. - Sugeriu apanhando uma taça de bebida não alcoólica, parando ao lado de Eleanor, para assistir a outra menina aprontando alguma coisa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pietro O'Leary Klinsmann
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 26

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Cornus, 23cm, flexível, núcleo de lasca do casco de Centauro

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qua 15 Mar 2017 - 3:09


Party Time

let's go to the prom b1tch3s
Se aquele baile iria salvar as férias tediosas? O grifino esperava que sim, pra quem sempre foi acostumado a gastar energia e se divertir aquelas férias tinham sido a maior perda de tempo da sua vida até o momento. Diferente das férias anteriores onde conseguiu se juntar com seus amigos e se divertirem desta vez tudo parecia exatamente ao contrário, incomodando o menino. Seu pai não era do tipo que gostava de festas e bailes, mas devido ao loiro encher tanto seu saco acabou cedendo e concordando em o levar até o local. A primeira coisa que veio em mente era se conseguiria encontrar alguém conhecido de Hogwarts por lá e poder deixar tudo mais animado. No grande dia se arrumou com antecedência e cuidou para que nada desse errado, seu pai havia lhe ajudado a escolher o terno e a se preparar para o evento. No final das contas ele era tudo que o menino tinha e, de certo modo, ele se sentia feliz com o homem sempre ao seu lado lhe apoiando em tudo. Assim que estavam prontos se dirigiram ao local que ocorreria o evento o mais rápido possível, fazendo com que Pietro esbanjasse um grande sorriso ao ver tanta gente interagindo. Sua mente brilhante começava a pensar e montar planos de como divertir a festa enquanto ele passava o olhar em sua volta, procurando alguém conhecido. — Acho que vou andar por aí, pai. Quero achar algum amigo meu, se é que estão aqui. — Assim que seu pai se afastava para pegar uma bebida o jovem caminhou em outra direção, com os olhos fixos ao seu redor procurando por alguém. Pôde ver rapidamente Meleena, das suas aulas conjuntas, chegar no local ao lado do seu irmão e da sua mãe, que a propósito era a diretora da escola. Deu um breve sorriso e ficou parado por um tempo, observando o trio de longe enquanto pensava em como os abordaria. Ao ver Lydia se afastar e os irmãos ficarem por ali começou a andar sem muita pressa, percebendo que eles conversavam alguma coisa e Seth não parecia muito satisfeito. Antes que pudesse chegar até os dois a menina começava a se afastar do irmão e se aproximando, por coincidência, de Pietro. Assim que a olhou nos olhos, caminhando em sua direção, deu um sorriso de canto e com uma das mãos no bolso se aproximou dela, parando bem a sua frente. — Mel, que bom te ver por aqui! — E arqueava uma de suas sobrancelhas, ainda sorrindo e fitando os olhos da garota. — Então, vi que sua mãe e seu irmão estão por aqui mas cada um tomou seu rumo... Gostaria de me acompanhar hoje? Seria um prazer. — Deu uma breve piscadela para a garota, assim que acabou de falar, e tomou sua posição ao lado dela sem muita pressa. — Você está linda hoje, falando nisso. — Mantinha seu sorriso e andava devagar ao lado dela, deixando uma das mãos no bolso e olhando a movimentação no local. — Vamos pegar alguma coisa pra beber?  — Indagava à garota, pensando se teria alguma coisa gostosa para saborear naquela noite. Rapidamente ambos se localizavam parados ao lado das bebidas, ele dava uma olhada geral e depois a olhava sorrindo. — Eu bebo qualquer coisa, qual você quer? E, olha, eu tava pensando... poderíamos animar a festa hoje, não é? Precisamos de uma ideia maravilhosa, achei que nossas mentes trabalhariam melhor juntas.  — Ria baixinho e arqueava a sobrancelha, se acomodando por ali enquanto conversava com Mel.


Trajes igual a imagem do pp atual. Pedidos para interação por mp caso alguém se interesse.

______________________



Pietro Romanov
"I was told when i get older all my fears would shrink. But now i'm insecure and care what people think"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meleena Kielland Metzger
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 19
Mensagens : 20
Localização : Castelo dos Metzger

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Azevinho, 21cm, flexível, veneno de Seringa

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qua 15 Mar 2017 - 15:18



Party Day
<3

  Aos poucos o Baile se enchia de gente e ficava cada vez mais difícil caminhar sem esbarrar em alguém, o que Meleena certamente não suportava. A sua feição entregava que algo estava deixando-a irritada, nunca foi de guardar suas caras e reclamações para si. Na tentativa de sair daquela área específica que parecia ser a entrada da festa, encontrou Pietro, um aluno da grifinória que assistia algumas aulas com ela. – Pietro! – Exclamou surpresa com a presença dele ali, imaginava que ninguém de interessante apareceria àquela festa. – Digo o mesmo... é bom ter alguém para me fazer companhia, e que não fique lendo livro. – Revirou os olhos ao lembrar de Seth e seu querido livro de Herbologia. – Eu gostaria sim, na verdade adoraria! Ficar sozinha é um caos, e até que você não é uma má companhia. – Disse dando de ombros com um pequeno sorriso, enquanto o garoto se colocava ao seu lado. – Mas... vamos sair daqui, está ficando cheio. – Disse com certa insatisfação pegando um pedaço do seu vestido e o erguendo para que pudesse sair dali o mais rápido possível sem pisar na barra do vestido. Esboçou um sorriso ao receber o elogio do grifino, tinha consciência de que estava linda, mas receber elogio nunca era demais. – Eu sei, obrigada. E você está maravilhoso nesse terno! – Sorri enquanto o encara.
  Quando se aproximam das bebidas, logo vem a ordem de sua mãe à mente. Sabia que Lydia estava por ali e a qualquer momento podia flagra-la com uma bebida alcóolica em mãos, e isso renderia longos e tediosos discursos sobre como o álcool faz mal, entre outras coisas a mais. Ah, e claro os épicos gritos. Entretanto Pietro não sabia da ordem que a garota havia recebido e ela queria manter desta forma. – Vou beber o que você beber. – Piscou para o menino com um pequeno sorriso. – Olha, não acho nada mal... Essa festa está mesmo um pouco pra baixo. Qual sua ideia? – Perguntou pegando a mesma bebida que o garoto e logo dando um gole. Durante suas olhadas pela festa, reparou que haviam chegados novos rostos familiares no local, um deles que chamou sua atenção foi sua tia, um pouco distante, Audrey. Sua presença ali era uma surpresa, e também de estranhar, já que não aparecia muito. Porém o que mais chamou a atenção de Meleena foi Seth junto a duas meninas, Lana, da sonserina, e outra desconhecida. – Atrás de um rabo de saia ele vai... – Murmurou para si mesma, vendo o irmão finalmente interagir e se divertir, um pouco. Depois de alguns goles na bebida e olhadelas, virou para seu acompanhante para voltar a conversar. – Isso aqui está ótimo! – Aponta para a bebida que já chegava ao fim em sua mão. – E aí? O que vamos fazer? – Perguntou ao mesmo tempo que mexia o corpo conforme a batida da música que tocava por toda a festa.


OFF: Aberta para interações, só avise por MP.
copyright 2013 - All Rights Reserved for DiLua

______________________

Your most beautiful nightmare.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pietro O'Leary Klinsmann
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 26

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Cornus, 23cm, flexível, núcleo de lasca do casco de Centauro

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qui 16 Mar 2017 - 18:33


Party Time

let's go to the prom b1tch3s
Já ao lado de Meleena deixava prestava atenção em suas palavras, rindo baixo ao ouvir ela comentar sobre seu irmão. — Pelo menos ele estuda, mesmo não sendo tão sociável... — Comentava e virava seu rosto para onde Seth estava, vendo o garoto lá e logo rodeado por meninas. — Menos quando tem garotas no meio, ele parece bem sociável. — Soltava um riso quase inaudível e permanecia caminhando ao lado da Sonserina, confiante e animado com aquela noite. A menina estava realmente deslumbrante com aquele vestido e tanto na escola quanto em eventos fora dela sempre aparentava confiante, segura de si e astuta, despertando uma certa curiosidade no loiro. Não pode deixar de esboçar um sorriso e balançar a cabeça negativamente ao ouvir as palavras dela, deixava uma de suas mãos no bolso enquanto a fitava um tanto interessado. — Fico lisonjeado com seus comentários, sua personalidade me chama a atenção. — Logo serviu ambos uma taça de Hidromel, podendo sentir o doce aroma que o líquido tinha. Levou sua taça até os lábios e prontamente deu um gole suave, primeiro saboreando a bebida e depois a engolindo de fato. — É ótimo, de fato. Esse sabor doce me agrada. Só cuidado pra não beber tão rápido, é gostoso mas o teor alcoólico não é tão baixo. — Comentava com ela, dando um outro gole em seguida e um sorriso de canto, fitando os olhos da morena. — Me parece ser um evento importante demais para sua mãe, não sei se vamos nos encrencar tanto dependendo do que fizermos. Achei melhor começarmos por algo mais simples, o que acha?  — Dava um gole enquanto suas idéias eram refrescadas na mente e logo esboçava um sorriso como se tivesse algo em mente e fosse aprontar. — O que acha de mudarmos o sabor das bebidas? Eu pagava pra ver esse povo todo bebendo algo apimentado ou amargo demais. Pode coimpartilhar suas ideias também, estou aberto a elas. — Arqueava as sobrancelhas ainda sorrindo e permanecia saboreando sua bebida lentamente. — Falando nisso, tem mais alguém com que devemos nos preocupar além da sua mãe e o Seth? Digo, tem mais conhecidos seus por aqui? — Indagava um tanto curioso, olhando em volta o local e percebendo que a movimentação aumentava gradativamente.


Trajes igual a imagem do pp atual. Pedidos para interação por mp caso alguém se interesse.

______________________



Pietro Romanov
"I was told when i get older all my fears would shrink. But now i'm insecure and care what people think"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Merallin Lyngvi Bouvier
Adultos
Adultos
avatar

Mensagens : 23

Ficha Bruxa
Casa: Wampus
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Espinheiro-Branco, 27cm, farfalhante, pena de Fênix.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qui 16 Mar 2017 - 23:48


De vez em quando Mera bebericava seu hidromel, enquanto se certificava que os aurores tinham mesmo se espalhado por todo o local. Assentindo para eles sempre que julgava necessário afirmar que ainda não havia visto nenhum comensal pelo recinto. Per favore. – Pediu ao barman, indicando seu copo vazio. Apesar de o hidromel ser uma bebida de teor alcoólico considerável, aquilo ainda não era o suficiente para afetar sua fisiologia veela.

Mera sorriu ao ser cumprimentada pelo rapaz educado que havia chegado ali há pouco. Alto, moreno e com um sorriso tão cativante quanto sua própria voz. Buona noitté. Cantarolou o que deixava sua ainda mais aveluda. Havia momentos em que controlar seus encantos era praticamente impossível, esse era um deles. Precisava de mais concentração para que seus dons fossem engaiolados, e no momento toda a sua concentração estava voltada para os convidados, pensou ter visto de relance um rosto muito conhecido, mas perdeu-o diante da multidão. Seu coração disparou. Ele não estaria ali ou estaria? Scusi, o que disses? – Indagou ao homem, olhando em seus olhos de maneira penetrante. Seu sotaque italiano nunca estivera tão evidente. – Ah sim. Meralinn. Meralinn Bianchinni. – Ela se apresentou sorrindo novamente, brincando com a pequena taça em formato de cálice, molhando os lábios com a bebida. – E o tuo nome è? Mera perguntou curiosa. Tudo fazia parte de seu disfarce, os comensais certamente desconfiaram de uma pessoa que não interagia com ninguém.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Saphira Ritzo
Ex-Administrador
Ex-Administrador
avatar

Mensagens : 48

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 17 Mar 2017 - 13:11

Assim que Saphira olhou para trás, viu Felicity se aproximando. “Certo, agora só falta uma”, pensou ao cumprimentar a nova diretora do Hospital Saint Mungus. Não demorou nem alguns segundos, Lydia também apareceu, roubando a cena, como sempre. Saphira sorriu ao vê-la adentrar o salão e fez uma nota mental de que queria ser igual a ela quando crescesse. Como era de se esperar, ela já chegou perguntando sobre a segurança e, realmente, era uma questão importante que ela ainda não tinha perguntado a Iron. Ficou mais tranquila ao ouvi-lo e trocou olhares com Felicity, quando o editor-chefe chamou Lydia para dançar. Sim, um belo casal.

- Infelizmente, Iron, acho que vou ter que estragar seus planos. – Riu com a expressão desolada dele. – Como estamos todas aqui, é melhor eu já fazer o discurso de abertura, aí todos ficam livres para se divertir até de manhã. – As duas assentiram em consentimento, então, antes de rumar para o palco que ostentava um microfone e um grande brasão do Ministério da Magia, além das bandeiras de Hogwarts e do Saint Mungus, cochichou próxima a Iron. – Não se preocupe. Após o discurso, ela é toda sua. – Sorriu e continuou seu caminho.

- Som, teste, som. – Começou dando batidinhas no microfone. – Eu gostaria da atenção de todos, por favor. – A música foi tirada e todos a encaravam de seus devidos lugares. – Primeiro, eu gostaria de agradecer ao Profeta Diário que, em uma imensa gentileza, nos presenteou com essa festa maravilhosa. – Um feixe de luz iluminou onde Iron estava. – Uma salva de palmas ao nosso editor-chefe Iron Reinly Mouret, o grande responsável por essa noite ser possível. – Liderou as palmas que se espalharam pelo salão. – Como alguns de vocês sabem, mas não todos, meu nome é Saphira Ritzo e eu sou a 78ª Ministra da Magia da Grã-Bretanha. Estou aqui hoje para jurar meu compromisso com o nosso mundo e a minha promessa de dias de paz e prosperidade. – Mais uma salva de palmas foi ouvida pelo salão. – Obrigada, obrigada, mas não estou sozinha. Gostaria de apresentar também a nova presidente do Hospital Saint Mungus, Felicity Lewis... – Um feixe de luz iluminou Felicity, seguido por mais palmas. – E a nova diretora da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, Lydia Kielland Metzger. – Dessa vez, foi Lydia a iluminada, que também recebeu palmas.

Saphira estava pronta para chamar as duas ao palco para dizerem suas palavras, quando notou, em meio à luz, uma menina de vestido preto conversar com Lydia. Sua expressão não estava muito feliz, parecia até assustada. Instintivamente, observou ao redor e notou uma movimentação estranha, seus instintos diziam que algo estava errado, o que foi confirmado quando, o auror de sua escolta pessoal que estava parado nos degraus do palco, subiu e parou bem ao seu lado. Sem mais nenhuma palavra, Saphira fez sinal para que a música continuasse e desceu do palco. – O que está havendo? – Perguntou para o auror. – Desculpe-me, senhora, temos que sair daqui. – Ela arregalou os olhos, o encarando assustada. – Mas, por quê? – Não chegou a receber sua resposta. O auror a segurou pelo braço e aparatou dali.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meleena Kielland Metzger
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 19
Mensagens : 20
Localização : Castelo dos Metzger

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Azevinho, 21cm, flexível, veneno de Seringa

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 17 Mar 2017 - 13:46



Party Day
<3

   Meleena dançava no ritmo da música que tocava em alto e bom som por todo o salão, totalmente à vontade, sem ligar para o que as pessoas iriam dizer sobre você. Se sentia livre, leve e solta para fazer suas próprias vontades. Mesmo dançando, continuava a conversar com Pietro. – Isso aqui é alcóolico? Minha mãe vai me matar. – Disse, porém parecia tão despreocupada com o que sua mãe iria pensar e falar se a visse bebendo. Sem hesitar, tomava o copo de Hidromel da mão dele e dava um gole suave, seguido de uma breve pausa para se preparar para outro gole. – Isso é um evento importante para minha mãe, mas não acho que fazer algo como sua ideia vá interferir em algo. – Aumentava a voz para que o grifino pudesse escutar bem o que dizia. Não queria acabar com a bebida do menino e nem causar uma má impressão para ele, como se realmente se importasse com isso. Então logo devolveu o copo para ele com um sorriso amigável entre os lábios. – Desculpa, me empolguei. – Disse, em seguida dando de ombros e continuando a dançar em frente ao Pietro.
As luzes do lugar realçavam seus cabelos castanhos claro e seus olhos azuis cintilantes que fitavam os olhos do garoto logo a sua frente. O seu vestido todo preto brilhava conforme os feixes de luz passavam por ele, graças ao tecido brilhante. – Quer dizer que minha personalidade te chama a atenção? – Indaga em meio à um sorriso malicioso. Sem pensar duas vezes, estende suas mãos para agarrar nos braços dele e puxá-lo para perto. – Por que não dança comigo? – Perguntou fazendo uma cara meiga para tentar convencê-lo de lhe fazer companhia não somente na festa, mas na dança. Puxou-o para bem próximo de si e com um sorriso nos lábios, o encarava sem parar enquanto dançava. – Ah, você pode começar a botar em prática sua ideia. Eu faço logo atrás de você! – Comentou transparecendo ânimo, parecia disposta a fazer de tudo, inclusive dançar a noite inteira. Pensou que desta forma como estava agindo, parecia estar ignorando o que ele havia falado, de verdade era uma ótima ideia, porém Meleena não conseguia se conter quando estava numa festa e com som alto, se soltava mesmo, amava dançar. – Olha, desculpa... parece que não estou ligando para sua ideia, mas eu estou sim. Vamos botá-la em prática agora. – Comentou com seu companheiro, parando de dançar no mesmo momento.
A princípio, a pergunta do garoto parecia inocente, e até era mesmo. – Nos preocupar? Pode ficar tranquilo. Meu tio Theodore está por aí, minha mãe provavelmente está bem ocupada e Seth atrás de dois rabos de saias. – Respondeu calmamente, mesmo que não tivesse entendido o porquê da pergunta.
A altura do som foi reduzida, era o momento tão esperado da noite, a apresentação das três bruxas mais importantes do mundo bruxo: Saphira, Felicity e Lydia. Onde Pietro e Meleena estavam era uma área privilegiada pois dava se para ver perfeitamente onde elas seriam apresentadas. A garota rapidamente voltou para ao lado do amigo, se recompondo, para ver toda a cerimônia e o discurso de Saphira. Estava totalmente atenta a cada palavra dita pela Ministra do Ministério da Magia até que a pergunta do menino ecoou por sua cabeça novamente, mas o que veio em seguida em sua mente foi pior. Tudo perdeu o som à sua volta, seu coração acelerou de tal forma que parecia que todos do salão pudessem escutar e de repente se sentiu fraca. “Como eu não lembrei? ”, pensou consigo mesma, logo agarrando o braço do menino com força. Audrey, sua tia que não aparecia muito, era uma comensal muito boa no que fazia e com certeza não estava ali somente para prestigiar a meia irmã. Haviam histórias terríveis sobre ela que sua mãe contava.
No mesmo instante, ergueu a cabeça a procura da comensal, seu olhar que buscava a tia pela multidão entregava total desespero. Depois de alguns longos minutos, a achou ao lado de um homem alto, parecia ser seu acompanhante, o que fez Mel engolir a seco. – Pietro... – Murmurou, ainda assustada e amedrontada. – Eu preciso... – Parecia ter dificuldade em completar a frase enquanto não tirava os olhos da loira. Mal terminou a frase e pôs se a andar rapidamente a procura de Lydia ou Seth no meio de tantas pessoas aglomeradas. Agora seu incômodo de gente esbarrando já não se fazia mais presente, só se sentia o desespero e o coração querendo saltar pela boca. – Seth! – Gritava em desespero, na esperança que o irmão pudesse escutar, mas de nada adiantou. Continuou a andar o mais rápido que podia dentre as pessoas ainda à procura dos dois. Numa pausa necessária para que pudesse recuperar o ar, viu Seth a pouca distância de onde estava com as mesmas meninas que vira anteriormente. – Seth! – Gritou correndo até o irmão. – Seth... – Disse, ofegante. – A tia Audrey está aqui. – Bastava um olhar desesperado e essa frase para que ele entendesse do que se tratava. – Temos que achar a mamãe. – Segurou a mão do irmão para irem à procura de Lydia juntos. Não demorou para que a achassem próximo ao palco, prestes a entrar. – Mãe! – Soltou Meleena, em alto som assustando a mulher. Segurou firmemente os braços da mulher para impedi-la que subisse no palco. – Audrey está aqui, e parece estar acompanhada. – Disse olhando nos olhos de sua mãe, com o medo tomando conta.

OFF: Aberta para interações, só avise por MP.
copyright 2013 - All Rights Reserved for DiLua

______________________

Your most beautiful nightmare.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felicity Kielland Metzger

avatar

Idade : 27
Mensagens : 24
Localização : Hospital St. Mungus

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Amieiro, 27cm, Rígida, Pena de Pássaro-Trovão

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 17 Mar 2017 - 15:52




Felicity Lewis


- Oh obrigada. - Respondo ao elogio de Iron sem evitar ruborizar. - Ok, ficar. - Suspiro nervosamente, olhando para todos os lados e coçando o meu braço. - Sempre odiei multidões. - Admito num leve múrmurio.
- Para além do meu enorme nervosismo e um sexto sentido que me diz que algo está para acontecer, está tudo dentro da normalidade. - Assinto com a cabeça, respondendo à pergunta de Lydia.

Saphira anuncia que está na hora do discurso. Respirei fundo, tentei manter as mãos quietas, enquanto a ouvia atentamente. Bati levemente palmas quando ela homenageou o Iron. Sorri perante aquela promessa de paz e prosperidade para o seu reinado, algo que eu queria acreditar com todas as forças. A minha desconfiança e descrença que tempos melhores viriam continuava forte e vincada em mim. Por muitos aurores que a festa podesse ter, eu não me sentia completamente segura. Havia aquele bichinho negativo na minha cabeça para me manter atenta e em guarda. Mas o meu positivismo dizia para afastar essas ideias patetas e divertir-me.

Foi então que o feixe de luz me atingiu e eu acenei e sorri, timidamente, do meu jeito desajeitado. Depois foi a vez de a Lydia brilhar. Bati-lhe palmas como ela também merecia, pois, não era todos os dias que se tornava Directora da famosa e conceituada Escola de Magia e Feitiçaria Hogwarts.

Algo estava a acontecer, pois, Saphira parecia que tinha visto alguma coisa. O discurso fora definitivamente interrompido, pois, a sua escolta entrara no palco escoltando-a.

- Hey, Lydia... O que é que se passa? - Perguntei tocando-lhe ao de leve no ombro e perto do seu ouvido. Depois olhei para o Iron. Já esquecera completamente o nervosismo, pois, algo não estava bem. - Precisas de ajuda? Queres que faça alguma coisa? - Pergunto consiente da minha proposta. Não estava a gostar nada do ambiente que se tinha levantado. - Eu não sou muito boa a duelar... curar é mais o meu dom. - Murmuro mais para mim mesma do que para ela. Mesmo assim, decidi agarrar na varinha e senti-la perto de mim.



credits @

______________________

Felicity Elizabeth Lewis
Just be yourself
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ryan Staminkhov Odegaard
Ministro da Magia
Ministro da Magia
avatar

Mensagens : 137

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Sorveira, 25cm, semi-flexível, pêlo de Unicórnio.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 17 Mar 2017 - 19:21

Ryan Staminkhov Odegaard
- Mas é bom estar com essas pessoas em locais assim, que não seja a trabalho - Sorrio olhando-a, colocando a mão em sua cintura e começando a dança. - Você e seus péssimos gostos para homens ne!? - Rio lembrando do baile que eu tive também, foi legal e com nenhum garota com espinha - Comigo é sempre mais agradável, sem sombras de dúvidas.. Ana, é, então.. - Sou interrompido pela nova ministra que foi ao seu discurso - Hum.. Nossa nova ministra - Tudo e todos param para prestar a atenção nela, era aquele velho discurso de sempre, ela agradece o profeta, apresente os novos diretores e se apresenta. O discurso dela estava bom e interessante, achei ótimo as promessas de paz e prosperidade, acho que as pessoas estavam precisando ouvir isso, mas de repente é interrompida, a música volta e um dos aurores vai até o palco e tira a Saphira de lá. - Isso não é nada bom - Digo meio baixo olhando para os lados e vendo alguns pequenos movimentos, o que provavelmente iria causar alguns danos e não seria nada bom mesmo, então achei melhor me prevenir. Olho para Ana e seguro seus braços. - Ana, quero que você vá para casa. Se ver uma das meninas leve-as com você, se não achar, deixa que eu as levo - Dei um beijo no rosto dela e então fui até Alison que não estava muito longe de mim, fui caminhando um pouco de vagar, discretamente. Segurei o braço da Alison - Não estou aqui para brigar, e sim para mandar você sair daqui - Olhei para o Mark, por mais que eu não gostasse dos dois juntos, eu precisava da ajuda dele. - Mark, tire ela daqui.. Depois nos falamos - Eu gostava do garoto, ele era uma pessoa legal, mas sei lá.. Dei um beijo no rosto da Alison e uma batida no ombro de Mark, então fui atrás da Lana, Alec e Matth. Observei algumas movimentações por todo o salão, desta vez um pouco mais do que agora pouco o que estava já me deixando um pouco aflito e sem saber por onde começar, Matth provavelmente estaria na mesa bebendo e observando o povo. Lana deveria ter se enturmado com alguém, e Alec, eu não sabia, eu disse que não tiraria os olhos dela, mas acabei me distraindo. E quando eu entrei na festa sabia que algo não estava certo, ia acontecer algo, quando em algum evento importante não acontece algo?

Ver perfil do usuário
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Idade : 16
Mensagens : 162
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 6º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 18 Mar 2017 - 18:37



Festinha


A cada segundo que se passava meu estômago roncava cada vez mais, parecia que havia algo em minha barriga, uma cidade dentro do meu estômago que o seu principal alimento era o meu próprio órgão. A indecisão do garoto de vir se distrair comigo e com a grifina já estava ficando cansativa, mas eu iria fazê-lo ir com a gente de qualquer forma. Se havia algo que eu conseguiria naquela noite era atrapalhar a leitura do garoto. –Pois bem eu só queria oferecer ajuda, eu levo a competição a sério, ainda mais quando quero ganhar, sou muito competitiva, mas isso não quer dizer que eu concorde que sonserinos não devem ter amigos de outras casas, pelo contrário. - sorrio vendo a garota se atrapalhar com a própria fala, ela se parecia comigo não pela aparência, e sim pelas características que em tão pouco tempo eu havia reparo. –Ei calma ai, se não você vai explodir minha cabeça falando tão rápido, pode deixar que quando voltarmos vou te ajudar em herbologia que vai ficar fácil pra você, vai por mim. - tentei tranqüilizar a garota que parecia realmente ter dificuldade na matéria.

Meus passos eram lentos enquanto eu caminhava entre as pessoas do baile, eram muitas pessoas ali e de certa forma atrapalharia os planos de sabotar alguém com muitas “testemunhas”. Parei de andar e me virei ficando de frente para os dois que me acompanhavam os observando. –A mãe dele é uma pessoa bem gentil e bonita, ao contrário dele, não que você seja feio ou coisa do tipo você é até bonitinho, mas não chega aos pés da sua mãe. -Disse rindo baixo olhando o garoto tentando o descontrair. –Ei! É brincadeira não leva a sério, você já é sério demais pra sua idade. – ri dando um tapinha no ombro do garoto esperando a sua proposta ser feita para nós duas. Eu entendia o fato de Seth não querer que as pessoas soubessem que ele era o filho da nova diretora de Hogwarts, ele não queria ser comparado com ela e ser alvo de grandes expectativas pelo fato da sua mãe ser uma ótima bruxa, de certa forma era isso que eu estava sempre tentando fazer, não seria uma coisa boa para meu pai se vissem a filha do Vice-ministro da magia aprontando por ai ou pior roubando comida.

-Sim, de fato não somos as cópias dos nossos pais, mas por causa deles todos esperam que seguimos o s seus caminhos ou algo do tipo, eu não quero conseguir as coisas por que sou filha de tal pessoa ou porque consegui por influência dele, eu quero conseguir as coisas por mérito meu e não de outra pessoa, mesmo que essa pessoa seja o meu pai. - finalizei encarando a garota nos olhos. –Espera ai, você quer que cada hora vá um? Não gostei dessa idéia- o encarei fitando seus olhos com firmeza. –Você está querendo provar alguma coisa ou?.. Já sei, quer que eu vá primeiro por quê? Pra ver se vou por coragem e orgulho? Então deixa adivinhar, depois de mim vai ser a Eleanor e por último você, não vamos fazer isso nós três sabemos que vamos fazer já a Eleanor não sabemos por que ela é gentil demais pra querer estragar a festa de alguém, mas, já você Seth, não sabemos se não tens coragem pra fazer isso ou está com medo de alguma coisa dar errada e sobrar pra você. Você pode ser esperto, mas também somos então vamos os três juntos ou não vai ninguém, vocês decidem. - afirmei os olhando esperando uma resposta. Se fosse dar algum problema ou algo do tipo eu não iria ser responsabilizada sozinha, eu iria levá-los junto. –Eu já tenho um alvo, meu tio Matth ele trabalha no ministério da magia, porém, não é tão sério assim e por esse motivo deve estar no bar, o que seria um lugar perfeito para sacaneá-lo.

Dei de costas voltando a andar no meio da multidão até perceber que a música alta que ecoava pelo salão havia diminuído e a luz havia sido acessa era hora do discurso. Teríamos que esperar para aprontar ou se não poderíamos levar uma advertência ali mesmo pelos nossos pais. –Vamos esperar o discurso acabar e ai continuamos a festa. - disse parando virada para o palco vendo a nova ministra da magia começar seu discurso e apresentar as novas diretoras do Mungus e de Hogwarts junto com o editor chefe do profeta diário. Uma movimentação estranha começou durante o discurso da ministra que por um piscar de olhos havia sido aparatava dali pelo seu segurança. –Tem alguma coisa nada legal acontecendo aqui. - falei vendo uma garota desesperada chegar perto de Seth dizendo que alguém estava aqui e sair puxando ele com um medo aparente, devia ser sua irmã gêmea, podiam não ser idênticos mas tinham os seus pontos iguais. Observei atentamente os dois entrarem no meio da multidão exaltada e olhei para a grifina que ainda estava ao meu lado. –Vamos, temos que achar nossos pais.. Está acontecendo algo que não deve ser nada bom. –suspirei olhando em volta tentando encontrar algum rosto conhecido podia ser qualquer pessoa, qualquer pessoa que pudesse nos tirar de lá. –Vamos ir para a cozinha, assim quem sabe não achamos alguém conhecido no meio do caminho?- perguntei a olhando.

Segurei em seu braço esquerdo com firmeza, estávamos sozinhas agora e como mais velha estava me sentindo responsável pela garota, eu ficaria mais se algo acontecesse com ela, seria minha culpa, ela estava comigo tentando se divertir e eu não perdoaria a mim mesma se acontecesse algo com ela ali. Caminhei rapidamente para a cozinha vendo alguns elfos ali começarem a guardar as comidas para saírem dali após perceberem a movimentação no salão de festa. –Ei pessoal, então eu e minha amiga aqui nos perdemos de nossos pais e ainda não sabemos aparatar, então será que se ajudarmos vocês a arrumar a cozinha vocês tiram a gente daqui? –os olhos com uma cara de que claramente não sabia o que estava fazendo já que estava tentando negociar com elfos livres. –Sei que devem estar achando isso tudo muito confuso, mas estamos pedindo com jeitinho. –falo os olhando sorrindo. –olhem pra ela, não vão querer que esse rostinho lindo nunca mais fique vermelho né?- falo observando um elfo jogar algumas comidas foras. –Ei! Você ai. - aponto meu dedo indicador para o elfo soltando o braço da Eleanor e caminhando até ele abrindo a bolsa. –Não jogue comida fora, tem pessoas passando fome sabia disso? Coloque as comidas diferentes aqui dentro da minha bolsa, e as bebidas também, sem desperdícios. - falo xingando o elfo vendo o mesmo começar a colocar as coisas dentro de minha bolsa.



Interação com Seth Kielland Metzger e Eleanor Croft



“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah

______________________

◥ Alana Marie Kuznetsov Odegaard ◣
Monitora chefe - Avaradora - Sonserina - Sextanista
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Eleanor Bianchinni
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Idade : 15
Mensagens : 24
Localização : Alemanha/ Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Cedro, 25cm, Maleável, Ferrão de Explosivins

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 18 Mar 2017 - 21:05

I do what I want
it
Eu podia ser distraida e, talvez, um pouco ingenua mas o Seth queria manter a indentidade da sua mãe anónima. Eu apenas encolhi os ombros em sinal de assentimento. Sorri para a monitora quando ela me prometia ajudar, pelo menos, conseguira fazer uma amiga. Gostava de pensar que sim, gostava da personalide e das caracteristicas da Lana.

- Não acho que o Seth seja antipático! - Argumento com a Lana. - Talvez seja um pouco antisocial e tenha um traço demasiado sério. - Digo reparando na sua cara. - Acho que não devias compará-lo tanto com a mãe dele. - Comento olhando para ela. Passei a mão pelo cabelo e sorri quando ela faz aquela piada. Naquele ponto, Lana, tinha toda a razão.

Assinto com a cabeça ao discurso da Lana. Ela tinha razão. Eu não queria seguir o caminho da minha mãe (aurora), ambiciava um lugar em Hogwarts como funcionário ou até mesmo no Ministério.
- Sim, em claro. - Concordo sorrindo. - Eu também quero conquistar as minhas ambições por mérito próprio e não porque a minha mãe, bem, é a chefe dos aurores. - Reviro os olhos e sorriu-o, pois, aquela revelação contradizia a minha apresentação inicial e poderia originar uma certa confusão. - Croft era o apelido do meu pai, eu sou uma Bianchinni. - Acabo por revelar, nervosamente, entrelaçando um cacho do meu cabelo com o dedo, mordendo o lábio. No entanto, a minha expressão mudou completamente com a sugestão do menino. Ergo uma sobrancelha e cruzo os braços sobre o peito. Ele estava a tentar manipular-nos a seu bel-prazer e, eu, começara a pensar o pior. Ele poderia estar a planear denunciar-nos ou outra coisa qualquer.

-É, isso, eu apoio a Lana. - Digo abanando afirmativamente com a cabeça. - Não sei o que planeias com essa tentativa de manipulação mas gostava de perceber, até mesmo, entender as tuas reais intenções. - Admito olhando-o com os olhos semicerrados, aquele era o começo de uma história, pois, eu jamais esqueceria a sua tentativa de manipulação e iria tentar dar-lhe uma lição pela sua ousadia. - Ou vamos nós os três. - Digo apontando para cada um de nós. - Ou ficamos aqui. - Frisei, pois, se fosse apanhada por algum adulto para além de levar o raspanete da minha vida, iria ficar de castigo. E os castigos da minha mãe conseguiam ser bem originais.
- Por mim, tudo bem. - Encolho os ombros e sorriu-o. - Só espero que o teu tio seja amigável. - Admito pensando no dano coletaral do que aconteceria se, eventualmente, fôssemos apanhados.

Voltaramos a caminhar seguindo o caminho que eu pensaria que seria o do bar mas a luz foi diminuindo gradualmente, assim como, a música. Era hora da Ministra discursar. Acenei que sim para a Lana, pois, as palavras eram desnecessárias. A Ministra acaba por apresentar as novas directoras do Mungus e de Hogwarts. No entanto, algo estranho começara a acontecer! Movimentações estranhas por entre a multidão e, eu, tentei desesperadamente encontrar a minha mãe com o olhar. Ela tinha um trabalho importante a fazer se fosse acontecer algum ataque; eu teria de me desenvencilhar sozinha.
- É, eu acho que isto é o aviso para dar-mos o fora daqui. - Mumuro entre dentes. - Isto é, enquanto podemos. - Finalizo olhando para a Lana esperando que ela tivesse uma ideia brilhante. Seth tinha sido puxado por uma menina para dentro da multidão. - Claro. Quem sabe podemos sair por uma janela ou uma saida de emergência. - Sugiro.

Lana segura-me bem pelo braço para não me perder por dentro da multidão. Infelizmente não nos tinha-mos cruzado com ninguem conhecido mas, no fundo, sabia que nós iriamos reverter esta situação.
- Sim, nós podemos lavar a loiça, arruma-la... - Digo continuando com a sua ideia meio doida. - Ou... um de vocês pode ter a gentileza de nos levar daqui para fora. - Murmuro baixinho e deixo a Lana continuar com o seu discurso. - Hey, nem tanto assim Lana. - Digo revirando os olhos e sorriu-o. - Tu és bem mais bonita do que eu. - Admito sinceramente. Ela não tinha um cabelo desalinhado, parecia tirada de um filme ou série.  Ao ver a Lana a actuar, sorriu-o, aquela acção iluminara o meu cérebro. - Isso mesmo, nós vamos dar toda esta comida aos mendigos da cidade! - Exclamo expondo uma causa nobre. - Portanto se nos querem ajudar... e, eu sei que querem, por favoreee -  continuo utilizando o meu melhor sotaque italiano. - Apareçam connosco em qualquer rua da cidade mas bem longe daqui. - Concluo, piscando muito os olhos para fazer sobressair as minhas pestanas e usar o meu ar mais sedutor e simpático. - Pensem no bem que irão fazer a uma data de pessoas que precisam e não tem o que comer. - Apelei aos seus corações, pois, aquelas criaturas deveriam compreender melhor que ninguém o que era passar dificuldades e fome.

Um deles assentiu afirmativamente com a cabeça e olhou para a Lana que fechava agora a sua mala. Peguei no braço dela e peguei na mão dele e rezei para que aquela acção tivesse sucesso e apareceçessemos num local bem longe do salão do Profeta Diário.  



Interações com Seth Kielland Metzger e Lana Kuznetsov Odegaard

______________________


Eleanor Bianchinni

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Seth Kielland Metzger
Auror Tramista
Auror Tramista
avatar

Idade : 19
Mensagens : 26
Localização : Tsc Tsc

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: Concluído
Varinha: Macieira, 26cm, farfalhante, pena de Fiuum

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 18 Mar 2017 - 21:55

O jovem sorriu de forma irônica para a garota da Sonserina. Claro, Seth, alguém como você já deveria ter em mente que um ser tão exibido e astuto como Lana não cairia em sua brincadeira com ambas as moças. Ainda calado e com ambas as mãos no bolso, as acompanhou enquanto escutava Lana falando várias bobagens sobre filhos com pais importantes, tudo entrava no ouvido direito e escapava diretamente pelo ouvido esquerdo. "Eu já deveria ter descartado essas duas." Pensava, se arrependendo de ter deixado seu livro didático de lado e decidido seguir dois rabos de saia. Não tardou para que algo felizmente cheirasse bem estranho com o apagar das luzes, onde o jovem finalmente poderia quem sabe ludibriar as meninas e dar o fora, contudo, um sentimento de "humanidade" falou mais alto e ele decidiu permanecer quieto perto das moças. - Calma, tudo voltará ao normal em breve. - Tentou acalmar as duas, talvez fosse o melhor a se fazer. O rosto do rapaz saiu à procura de uma voz bem específica que o chamara, agora de fato não poderia ficar com as duas outras moças, neste instante o trio dividiu-se em dupla, já que Seth estava fora. - Como eu disse, não se apavorem. - Disse, afastando-se definitivamente das duas e voltando total atenção para a irmã. - Meleena, você tem certeza? - Indagou segurando ambos os ombros da irmã gêmea, constatando pelo olhar dela que de fato tinha visto Audrey por aí. Instantaneamente o objetivo dos dois era encontrar Lydia e contar o que estava acontecendo.

Em primeiro instante, Seth pensou em utilizar o seu patrono de águia para enviar um recado para a mãe. Ela provavelmente ignoraria, nada faria a mulher confiar tanto naquela informação além do rosto abalado de sua filha. - Okay, vamos logo, para os arredores do palco principal. - Informou a localização de onde certamente a mãe pisaria logo-logo. Seth tomou a dianteira, tendo a irmã logo atrás, presa à sua palma direita. O jovem tentava abrir caminho o mais rápido possível e, mesmo que porte físico não fosse o seu ponto forte, tratava de empurrar quem atrapalhava o seu caminho. Estava tenso, suava até, não sabia se era um suor frio, talvez a multidão aglomerada e apreensiva estivesse deixando o clima um inferno. Fora um alívio observar uma mulher com o mesmo vestido e corte de cabelo de sua mãe, forçando um pouco mais a visão, o rapaz conseguira notar que de fato era quem ele esperava ver, junto com outros adultos que também tinham um ar deveras importante. Já muito mais próximos dela, deixou sua gêmea dizer o necessário para a sua mãe, afinal tinha sido ela que chegou à sua tia. Após Mel ter dado o alerta, o loiro se aproximou mais de sua mãe com a mão sobre o ombro direito da mulher. - Mãe, é verdade. - Afirmou com clareza, dando a sua opinião sobre o que ele achava devido a reação de sua irmã. Seth conhecia Meleena, talvez como somente Lydia conhecia, era um momento onde a confiança deveria falar mais alto entre os três. "Isto não vai ficar legal." Pensou, preferiu não dizer tal frase para proteger a gêmea, para Seth, seu dever era fazer Meleena sentir-se sempre segura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Salão de Festas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Salão de Festas
» [Evento] Salão de Festas de Hogwarts
» COQUETEL DE INAUGURAÇÃO DO HAPPY HOUR
» Vampiros , lua, bréjo, festas e outras coisas mais.. ( cronica livre )
» Salão Real

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Potter Go :: 1ºAndar-
Ir para: