Potter Go


Você está pronto para essa aventura?
 
InícioPortalFAQGaleriaBuscarMembrosCalendárioGruposRegistrar-seConectar-se
Sejam muito bem vindos ao PotterGo!
:: Topsites Zonkos -[Zks]::
Não deixe de registrar sua trama, só assim você participará da trama principal do RPG! Para mais informações clique aqui!
O sistema de missões já está aberto! Confira já.
Novatos, para melhor entender nosso sistema, não deixe de visitar nosso Guia para Novatos
Convidado, não esqueça de fazer o Teste de Varinhas
Convidado, não deixe de ver nossos cargos disponíveis
Convidado, não esqueça de fazer o Teste do Patrono
Confira as novidades no grupo das Criaturas Mágicas.
ALUNOS, começou o recesso. Não haverão mais aulas nos próximos tempos.
Confira todas as notícias do Profeta Diário aqui.

Compartilhe | 
 

 Quarto da Lana

Ir em baixo 
AutorMensagem
Saphira Ritzo
Ex-Administrador
Ex-Administrador
avatar

Mensagens : 48

MensagemAssunto: Quarto da Lana   Qui 6 Abr 2017 - 22:27


Quarto da Lana


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Idade : 16
Mensagens : 141
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 6º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Qua 8 Nov 2017 - 20:57



Piscina



De alguma forma estranha aquele garoto me trazia uma sensação de paz, de conforto e de uma forma totalmente inusitada a sensação de proteção. Nossos corpos pareciam se encaixar perfeitamente, trazendo uma união física e também sentimental. –Hmm digamos que você tem uma porcentagem bem alta de ter outra oportunidade comido, não sei o que você tem, mas eu gosto disso.. - falo retribuindo o selinho que ele havia me dado e o encaro nos olhos sorrindo de lado.

Meus olhos percorreram o rosto do garoto observando cada detalhe dele, desde o formato de sua boca ao seu olhar intenso. –Realmente espero isso, ficar tonta é horrível. - digo rindo baixinho e o olho novamente quando joga água em mim.-Hey! Isso não vale. - rio enquanto passo minhas mãos por meu rosto. Assim que me solta, dou um último mergulho na piscina e volto à superfície quando o ouço dizer alguma coisa. –Isso é bom, gosto de espaço, mas tem horas que posso não gostar dele. E não vai rolar nada, afinal, estamos na minha casa, qualquer pode aparecer isso inclui meu pai. - rio baixo pensando nessa hipótese e logo o olho ficar arrepiado de frio.

-Tecnicamente será interpretado de uma forma ruim, mas, se não tivéssemos parado a tempo, com certeza eles achariam o certo. – indaguei segurando na mão do garoto e saindo da piscina com sua ajuda. Assim que sai da piscina torci meu cabelo um pouco e respirei fundo sentindo o vento frio direto em minha pele. Eu já estava acostumada com o frio já que havia nascido aqui, mas aparentemente o sonserino não estaria tão confortável assim. –Tá com frio bebê? Nem está muito frio, está muito suportável, mas como sou extremamente educada irei lhe oferecer algo quentinho. - diz em um tom de brincadeira misturado com deboche.

O garoto era realmente uma caixinha de surpresas, quando menos se esperava lá estava ele lhe surpreendendo com alguma ação. –Ow, vou ficar com cheiro de cachorro molhado e isso é um péssimo sinal, dá pra se sentir ao longe! –brinquei sentindo uma leve mordida em meu lábio inferior dada pelo loiro. Vesti meu vestido rapidamente e coloquei os meus saltos me apoiando no ombro no ser tatuado. –Isso vai ser surpresa, só tente ao máximo não molhar a minha casa ta? – o pedi segurando em sua mão e saindo do jardim.

Caminhei pela casa segurando na mão do garoto, não havia ninguém ali dentro ainda, isso era algo bom já que não iriam perguntar por que estávamos molhados. Assim que me aproximei da porta do meu quarto parei para te olhar soltando a sua mão e segurando na maçaneta da porta. –Só não toque nos portas retratos que tiver uma mulher loira, por favor. - o peço abrindo a porta de meu quarto e vejo meu elfo ajeitar o meu closet. –Elsar, providencie toalhas secas, um lanche quente e reforçado e também um banho, depois disso está dispensado. - falo diretamente com meu elfo e o vejo fazer o que eu havia pedido imediatamente. –Bem vindo ao meu quarto!- falo desta vez com o sonserino e ligo o aquecedor enquanto ainda estávamos molhados.





“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
-----------------------------------------------------------------------------
@Lilah

______________________

Alana Odegaard
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hunter Von Rift Metzger
Slytherin
Slytherin
avatar

Idade : 18
Mensagens : 55
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 5º ano
Varinha: Corniso, 28cm, flexível, pluma de Fênix Recém-Nascida.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Qui 9 Nov 2017 - 21:47


Eu estava realmente curioso de que lugar eu visitaria ali agora. Aquele lugar era um castelo, literalmente, de tão grande. Nada que eu já não estava me acostumado com o castelo dos Metzger, mas era uma grande responsabilidade estar com a filha do atual Ministro na casa do mesmo. Eu não me concentrei muito em detalhes porque só sabia observar Alana me puxar pela mão pelos cômodos imensos, até subir um lance de escadas e chegar até uma porta.

"Tão conquistador que nem conhece a garota direito e já conseguiu ir para o quarto dela". Me gabei e dei um sorrisinho maroto assim que a garota me puxou para dentro do santuário dela, me apresentando o mesmo. O quarto era bem típico de uma adolescente mesmo, o que me fez fazer uma careta por imaginar agora o quão mimada ela era. Com certeza era. Minha atenção se desviou para a mesma que pedia ao elfo ali para preparar o banho e algo para comer. - Vai tomar banho comigo? — Minha voz saiu quase num sussurro e um tanto quanto maliciosa. Cheguei por trás da mesma, ainda estávamos molhados da piscina, mas não estava mais frio como antes. Distribui beijos por seu ombro até seu pescoço e separei nossos corpos novamente.

- Por que não posso tocar nos quadros com a mulher loira? — Perguntei curioso, ao ver as fotos da mesma que Alana tinha dito há uns minutos. A mulher era bastante bonita, e até que a outra garota se parecia com a mulher. Fiquei imaginando o por quê de não poder tocá-las e se a mulher representava algo para Alana, talvez fosse sua mãe? Eu me lembrava que o Ministro namorava outra mulher que não aquela, então talvez... - É sua mãe? Bom.. Não me interessa mas... Eu perdi meus dois pais de uma vez só também. — Soltei sem me deixar mostrar abatido por isso, e nem sei muito bem porque falei aquilo, eu só precisava desabafar com alguém e a loira ali me transpassava certa confiança.

- Bem, eu vou tomar um banho se não se importa. — Dei de ombros e fui em direção ao banheiro, vendo o banho preparado pelo elfo. Inalei forte o ar ali porque tinha o cheiro dela, e eu já estava começando a me habituar, mesmo com poucas horas. Tirei minhas roupas molhadas e coloquei-as no chão, vendo toalhas limpas penduradas ali e agradecendo mentalmente por ter a chance de tomar um banho quente. Olhei minha feição no espelho e esfreguei meu rosto tentando deixar de lado o que eu havia dito para a garota no quarto.

Assim que terminei meu banho, me enxuguei e baguncei meus cabelos úmidos, tentando fazê-los secar mais rápido. Enrolei a toalha na cintura, eu não tinha nada para vestir, nem uma cueca. Também não sabia que iria ficar por ali, a minha intenção era só curtir a festa com meus irmãos, que em falar nisso não estavam por ali e eu não sabia mais onde foram parar, rezava para que Ártemis estivesse bem e que Apollo estivesse cuidando dela, ou se divertindo. Sai do banheiro com uma mão na toalha, como se estivesse evitando que a mesma caísse e encarei Alana sentada na cama. - É, eu não tenho roupas secas então... — Cocei a nuca, meio desconcertado, eu não sabia o que rolaria depois, ou se rolaria algo. Fiquei apenas observando as feições dela. Tinha algo diferente ali, mas eu ainda não conseguia definir, e acho que não precisava.

______________________

☩ Got someone you love? Get someone you need? Fuck that, get money. I can't give you my soul, cause we're never alone (...) ☩ Hunter Von der Rift Metzger.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Idade : 16
Mensagens : 141
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 6º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Sab 11 Nov 2017 - 21:56



Quarto


Depois que a fala do garoto havia saído de sua boca uma gargalha tomou conta de mim, fazendo com eu me arrepiasse com seus beijos em meu ombro. –Acabei de nadar com você, mas quem sabe isso não aconteça depois?- respondo a sua pergunto com outra pergunta e me viro pra você o olhando. –É a única coisa que me restou dela.. Esses e outros três que ficam com o meu pai, junto com o da nova mulher dele. - falo com repulso sobre a última mulher e caminho até o porta retrato de minha mãe que estava em cima da mesinha de canto da minha casa. –Sim... É a minha mãe. - respondo com um leve sorriso olhando a foto e logo desvio meu olhar pra você ouvindo a sua confissão. –Eu sinto muito.. Temos mais haver um com o outro do que imaginamos. Ambos já perdemos alguém que amávamos muito, somos sonserinos, temos habilidades, somos loiros, ricos, filhos de pessoas importantes e o que mais? Sua varinha também é do mesmo tamanho da minha?- brinco pensando em tudo que eu havia terminado de falar. Aquelas coisas pareciam ser apenas coincidências, mas era parecido demais para ser uma simples sorte do destino.

-Vai lá, depois que você for eu vou também. - falei. Observei meu elfo trazer o lanche que eu havia pedido há alguns minutos atrás e colocar na mesinha que havia no quarto, pego uma regata e um short jeans no meu closet juntamente com uma lingerie e caminho de volta para o meu quarto observando Elsar me olhar. –Poderia me fazer um último favor? Providencie roupas para o Hunter, ele não pode ficar pelado não é mesmo?- falo rindo vendo o elfo sair para fazer o que eu havia o mandado. Jogo minhas roupas limpas em minha cama e tiro o meu vestido o deixando no chão mesmo por estar molhado já que eu o havia vestido quando estava molhada. Sentei-me na cama esperando Hunter acabar o banho para que eu pudesse tomar o meu também e encarei o chão pensando no que tínhamos de igual. –Eu já providenciei isso, meu elfo foi arrumar algumas roupas pra você. Só não sei onde, pode ser que ele pegue na sua casa, ou não. - falo rindo desviando meu olhar em sua direção e te encaro. –Que isso, não sei o que mais me chama a atenção em você, seu tanquinho, suas tatuagens, suas veias saltando em seus braços musculosos ou em seu rosto, mais especificamente seu olhar e sua boca. - o elogio rindo baixo.

Levanto pegando as roupas na cama e indo até o garoto. –E sim, isso foi um elogio, Huntinho. - falo baixo em seu ouvido e logo depois beijo o canto de sua boca brevemente. Entro no banheiro fechando a porta e coloco as roupas na pia que estava vaga. Encaro-me no espelho por alguns segundos e logo tiro o resto de roupa que havia ficado em meu corpo, entro no Box e tomo um banho rapidamente lavando os meus cabelos para tirar o cloro da piscina e assim que termino o banho me seco na toalha e coloco as roupas que estavam em cima da pia. Passo um pouco do meu perfume por não ficar um dia sem o mesmo e saio do banheiro olhando para o garoto que já estava vestido. –É uma pena não ver mais o seu abdômen com aquelas tatuagens meio loucas.. Quais os seus significados?- o pergunto curiosa me jogando na cama.


“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
-----------------------------------------------------------------------------
@Lilah

______________________

Alana Odegaard
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hunter Von Rift Metzger
Slytherin
Slytherin
avatar

Idade : 18
Mensagens : 55
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 5º ano
Varinha: Corniso, 28cm, flexível, pluma de Fênix Recém-Nascida.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Seg 13 Nov 2017 - 17:38


Assim como eu imaginei, a mulher loira era mãe dela. Não era tão difícil acertar essa parte pois as duas se pareciam muito e eu não deixei os detalhes passarem despercebidos. - Você se parece com ela, ambas são lindas. — Disse com um sorriso sincero no rosto, e ouvi ela fazendo piada sobre o quanto nós tínhamos em comum. - A minha varinha, mas... qual das duas? — Gargalhei alto e depois me recompus, me jogando na cama só de toalha. - Certo, a minha varinha tem 28cm, e a sua? — Seria muita coincidência termos tanta coisa assim em comum, ou vai ver era pra ser.

- Espero que ele volte logo, estou quase constrangido de ficar pelado na sua frente. — Arqueei a sobrancelha sorrindo malicioso, estava sendo irônico com a garota. Enquanto nós conversávamos o cansaço me venceu e a cama da garota parecia me chamar para me  afundar mais naquele colchão. Piscina cansava, por mais que não parecesse, eu estava um caco. - Uau, com tantos elogios assim eu vou ficar convencido. - Sorri e assim que a garota me deu um beijo no canto da boca e passou por mim, eu me virei rápido e espalmei a bunda dela com uma das mãos, rindo baixo. - Bela comissão traseira a propósito. — Me recostei na cabiceira da cama da loira, fechando os olhos enquanto a mesma iria tomar uma ducha.

- Senhora? — Um elfo entrou por aquela porta procurando por Alana, e eu notei que era o mesmo de minutos atrás. Me levantei num pulo da cama e fui até ele, o mesmo me olhou com uma feição carrancuda, como se não estivesse feliz com minha presença. Dei de ombros, ele não poderia fazer nada contra mim. - Alana está no banho, creio que essas roupas em sua mão são minhas. Poderia providenciar um lanche para nós? Estou com fome. E, obrigado. — Disse seco, em uma frase só, pegando minhas roupas de sua mão e dando meia volta. Ouvi a porta do quarto bater com um pouco de força e simplesmente fiquei indiferente, eu tinha a leve impressão de que esse elfo ainda teria de se acostumar com a minha presença ali.

Uma coisa que me indaguei ao terminar de colocar minhas roupas — uma camiseta vermelha, uma cueca samba canção e uma calça de moletom, meias. — se o elfo teria ido realmente a minha casa, e como ele sabia quem era eu, pois aquelas roupas claramente eram as minhas. Voltei para a cama e fechei os olhos, não ficando muito tempo com eles fechados por ouvir a porta do banheiro se abrindo e uma Alana agora natural, sem maquiagem nenhuma e com roupas de dormir saindo. A visão me pareceu perfeita, os cabelos úmidos se desenrolando por seu ombro, o rosto cansado de um dia cheio mas que continuava lindo, cada traço de seu rosto e de seu corpo. Soltei um suspiro admirando-a e só então me toquei com a pergunta que ela tinha feito. - Minhas tatuagens é... então. — Fiz uma pausa para me concentrar na resposta, fazendo uma careta estranha, e logo após respondi-a. - São runas antigas, não tem nenhum motivo especial, ou talvez tenha, porque meus pais gostavam muito de estudar essas aqui. Eu tatuei por todo o corpo, cada uma tem um significado diferente, todas são coisas boas, meus pais tinham uma lista com elas desenhadas e por isso consegui tatuá-las.

Sorri olhando para os meus braços cheios de tatuagem e toquei em uma específica sorrindo e me lembrando do que aquilo significava, era um significado simples, mas meu pai sempre acreditara em mim numa versão assim. - Tá vendo essa aqui? Um bruxo que tinha essa runa na idade média, era julgado como um homem grande e corajoso, que atingiu seus objetivos sem precisar passar por ninguém. Meu pai sempre quis que eu fosse assim, através de alguma habilidade especial que eu viria a desenvolver. Assim, na minha infância, eu conheci um pouco de tudo, o que eu mais gostasse eu iria exercer e iria me tornar esse homem. — Parei um pouco para tomar ar e logo após recomecei. - Acontece que no meio de tudo isso eles se foram, e eu não sei minha vocação ou o que eu realmente gosto de fazer, e tem a animagia, eu realmente não consigo pensar numa profissão para seguir pelo resto da vida e orgulhar ele de fato. Talvez se eu vingasse quem tramou a morte deles... — Meus olhos brilharam com a ideia de matar quem um dia mataram um dos meus, porém respirei fundo e encarei Alana. - É isto. Você tem alguma tatuagem? — Perguntei interessado na garota, que havia falado pouco.

______________________

☩ Got someone you love? Get someone you need? Fuck that, get money. I can't give you my soul, cause we're never alone (...) ☩ Hunter Von der Rift Metzger.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Idade : 16
Mensagens : 141
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 6º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Sex 22 Dez 2017 - 15:29



Quarto


Sorri fraco com o comentário do garoto e olhei para a foto da minha mãe por alguns segundos. –Pelo menos isso não podem tirar de mim, e obrigada pelo elogio Doguinho. - gargalhei alto com o seu comentário e logo o observei. –Você sabe muito bem qual varinha eu estou falando. 28 cm? Ta me zoando né? A minha também tem 28 cm. - nego com a cabeça com um sorriso em meus lábios, as coincidências não acabavam mesmo que parecesse não termos mais nada em igual, como isso era possível? Destino talvez? Ou apenas fosse algo realmente inexplicável. -Ele já deve estar voltando e você está quase constrangido? –perguntei rindo mesmo sabendo que aquilo era apenas mais uma ironia do garoto. –Você é muito abusado em!- gargalhei baixo depois de ter recebido um tapa em minha bunda.

(...)

Sorrio cruzando as minhas pernas em forma de indiozinho em cima da cama e prestei atenção na resposta do garoto sobre as suas tatuagens. –E qual tem o melhor significado em sua opinião? Elas não são nada normais e eu gosto do que não é normal. - rio fraco mantendo meus olhos nos seus. –Sabe que vingar a morte dos seus pais não irá lhe aliviar em nada né? Pelo contrário, só irá fazer você se tornar uma pessoa ruim.. Eu sei disso porque já cansei de ouvir as histórias que meu pai me contava quando eu era mais nova. – falei calmamente ainda mantendo meus olhos fixos aos seus. –E sobre sua vocação, tenho certeza que ainda vai achá-la. Acha mesmo que um dia eu pensei em ser parte da equipe do Profeta Diário? Mas acho que só consegui saber o que eu realmente queria fazer porque algo de ruim aconteceu na minha vida, se minha mãe estivesse viva minha vida seria completamente diferente e eu também seria, você pode me achar mimada, mas tenho certeza que não estaria aqui se ela estivesse conosco.- terminei.

-Sim eu tenho tatuagem, algumas na verdade, são oito no total. - falei colocando meu pé direito em cima da minha perna esquerda. –Tenho essa- apontei para a palavra “Duality” escrita na parte de dentro do meu pé. –Tenho essas, sim, eu tenho uma arma tatuada no meu dedo indicador. - ri baixo mostrando meus dedos –O nome da minha mãe no meu pulso direito, tenho as dadas de nascimento dos meus pais, uma rosa na minha costela em homenagem a minha mãe porque era a flor preferida dela, o naipe de espada atrás da minha orelha e eu acho que só.- ri baixo depois de falar todas as minhas tatuagens. –Mas eu já quero fazer outras, é gostoso a sensação da agulha em contato na pele. - findei.

Levantei da cama caminhando até a minha mesa de estudos e peguei meu notebook logo voltando para a cama com o mesmo. –Meu elfo não estranhou você aqui no meu quarto não? Ele me trata como se eu fosse uma criança e precisasse de proteção a todo o momento. - gargalhei baixo ligando o notebook. –Vamos assistir série porque eu estou afim e se você não estiver vai ter que ficar. - falei dando um beijo estalado em sua bochecha.



“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
-----------------------------------------------------------------------------
@Lilah

______________________

Alana Odegaard
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hunter Von Rift Metzger
Slytherin
Slytherin
avatar

Idade : 18
Mensagens : 55
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 5º ano
Varinha: Corniso, 28cm, flexível, pluma de Fênix Recém-Nascida.

MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   Dom 28 Jan 2018 - 19:37


Alana me confortava com suas palavras de certa forma, tinha medo de me apegar a ela de alguma forma pois não sabia se estava preparado para mergulhar num relacionamento do jeito que as coisas estavam indo. Mas acho que pelo menos por aquela madrugada eu poderia me abster de todos estes pensamentos e me deixar levar um pouco pela afeição dela a mim. Ouvia tudo o que ela dizia atentamente sobre as tatuagens, tudo em completo silêncio, só admirando a delicadeza dela ao falar das tattoos e seus significados. Sorria vez ou outra. - Então você vai atirar no meu coração? — Fiz uma brincadeira e mirei meu dedo indicador fazendo uma arma com a mão, em direção ao coração dela. Fiz um barulho de tiro com a boca e logo em seguida ri, vendo a mesma indo até a cômoda e falando do elfo.

- Acho que eu dei um jeito nele já. Ele foi um pouco rude, mas o Hunter aqui foi mais. — Dei um sorriso maldoso e olhei ela se acomodar ao meu lado, dizendo que nós íamos ver série. Bufei um pouco e sorri torto com o beijo estalado na minha bochecha. - Eca. — Passei a mão, brincando com ela, e em seguida passei meu braço por sua cintura a abraçando, e respirando fundo em seu pescoço, inalando o cheiro da garota depois do banho, ela estava cheirosa demais. - Por que a gente não faz coisa melhor ao invés de vermos série? — Ri malicioso contra o pescoço dela e distribui beijos desde a sua clavícula até seus lábios, onde puxei de leve.

Tirei o notebook de cima da garota e puxei-a para o meu colo, me ajeitando na cama de casal. Olhei em seus olhos. - Você poderia me apresentar sua cama de formas melhores. — Disse sugestivo e minhas mãos se apossaram da cintura dela a deixando mais colada em mim, tomei seus lábios em um beijo lento, pedi passagem com a minha língua para adentrar sua boca, tornando o ritmo lento. Enquanto minha mão passeava por debaixo de sua camisa, em suas costas, fazendo um carinho lento, e a outra permanecia em sua cintura, a segurando firme em cima de mim. - Não é que eu não queira ver série, mas é que a gente pode aproveitar esse tempo melhor não é? — Sussurrei assim que parei de beijá-la e fiquei encarando-a.

______________________

☩ Got someone you love? Get someone you need? Fuck that, get money. I can't give you my soul, cause we're never alone (...) ☩ Hunter Von der Rift Metzger.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quarto da Lana   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto da Lana
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Teoria-Quarto Haki(tem spoilers)
» Quarto do Orion
» Quarto de Percy
» A (Quarto Raikage)
» Uma noite como outra qualquer

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Potter Go :: Mundo Trouxa :: Europa :: Noruega :: Castelo Odegaard :: Primeiro Andar-
Ir para: