Potter Go


PotterGo
 
InícioPortalFAQGaleriaBuscarRegrasMembrosCalendárioGruposRegistrar-seConectar-se
Sejam muito bem vindos ao PotterGo!
Convidado, se dirija primeiramente ao Chapéu Seletor.
Novatos, inscrevam-se no grupo do 4º Ano clicando AQUI
:: Topsites Zonkos -[Zks]::
Novatos, para melhor entender nosso sistema, não deixe de visitar nosso Guia para Novatos
Convidado, não deixe de ver nossos cargos disponíveis
Convidado, não esqueça de fazer o Teste de Varinhas
ATENÇÃO QUARTANISTAS! Para melhor andamento do tempo ON, todas as aulas se encerrarão amanhã!
Convidado, não esqueça de fazer o Teste do Patrono

Compartilhe | 
 

 Salão de Festas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Saphira Ritzo
Ex-Administrador
Ex-Administrador
avatar

Mensagens : 52

MensagemAssunto: Salão de Festas   Ter 18 Abr 2017 - 16:56


Salão de Festas

 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hadrian Jäger Scavuzzi
Comensal da Morte
Comensal da Morte
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa:
Ano Escolar:
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Ter 25 Abr 2017 - 0:10

Albert James Scavuzzi
Ver o medo em seus olhos, era algo prazeroso, mas logo eu teria que acabar com aquilo. Não iria demorar muito para amanhecer, foi uma longa noite de tortura para aquele homem do Ministério. Ele estava de ponta cabeça, com uma corda amarrada em seus pés, estava assustado, com medo. Sabia que sua morte estava cada vez mais próxima, porem ele insistia e gritava pedindo por misericórdia. Os outros dois Comensais da morte que estavam comigo apenas riam de tal pedido. - Hahahaha, sabe que não posso fazer isso meu caro amigo, eu preciso de você morto, preciso dar um recado para o Ministério da Magia... Mas acho que vou dar um sumiço com o seu corpo quando ele começar a ficar frio, e podre. Eu quero que o Ministério sinta sua falta, quero que... Ninguém nunca mais encontre você, e nem o seu corpo morto. Dizia empolgado, então me afastava um pouco do mesmo. Assim me virara para um Comensal que estava ali, estendia minha mão, então o mesmo me entregava uma faca.

Me virando para o homem do ministério sorria, me aproximava novamente, mostrando a belíssima faca em minhas mãos. - Sabe, hoje eu quero fazer isso no estilo Trouxa, e bem divertido também, porem a tortura e bem maior. Pegando uma taça de vinho vazia que estava no chão, segurava ela com a mão direita, e a esquerda a faca. - Será ótimo tomar um vinho especial. Sorridente, passava a faca lentamente sobre o seu pescoço, vendo sua agonia e sofrimento... Nisso o sangue percorria pela sua cabeça e começava a cair no chão. Posicionava a taça em baixo de sua cabeça, ate ela encher de sangue. - Um Brinde, ao Ministério. Virava a taça com sangue... Porem antes que pudesse termina-la um comensal aparatava no lugar abandonado, entrando no local, me chamava pelo nome. Sem pensar muito pegava a taça que continha um pouco de sangue, e arremessava no homem, que desviava. Apontando minha varinha para ele conjurava. - Bombarda!!. Escapava por pouco, se escondendo em quanto eu puxava minha varinha. - O que você quer ??. Se aproximando de mim ainda assustado, me entregava uma carta, dizendo sobre uma festa que ocorreria, toda a família estaria reunia, aquilo com certeza seria algo lindo, não ?.

Ao anoitecer, já estava preparado para ir a tal festa, havia anos que não via ninguém, isso poderia ser algo assustador para alguns... Mas seria interessante para mim, pegando meu chapéu, passava agua sobre meu rosto, respirava fundo e aparatava para o Local. Ainda estava vazio, tinha poucas pessoas, então me sentava em uma das mesas e me mantinha de cabeça baixa, apenas observando quem chegaria na festa.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Safira S. Bianchinni
Hufflepuff
Hufflepuff
avatar

Mensagens : 24

Ficha Bruxa
Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Castanheira, 20cm, flexível, pelo de Unicórnio.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qua 26 Abr 2017 - 16:03


Festa Scavuzzi, é hora do show

Finalmente, a linda festa da minha família. Embora eu seja por dizer a ''deslocada'' com o tempo me acostumei com todos, e considero todos, parentes de sangue. É bom ter um montão de gente para conversar, afinal assim nunca fica tão solitário. De qualquer maneira, aquela festa tinha tudo necessário para bombar, por volta das cinco horas da tarde, estava em meu quarto preparando a roupa calçados, e maquiagens.


Depois desse lindo ritual, já era cinco e meia, por isso já pegava minha toalha. Corria pra dentro do box, um banho quente era tudo naquela hora, a água escorrendo por todas as partes do meu corpo, enquanto sentia aquela sensação de relaxamento da água quente. Por mais que estivesse delicioso este banho, eu tinha convidados para receber. Passava algum tempo já, desde da hora do banho, estava em meu quarto com uma toalha felpuda, e fofa enxugando as partes molhadas que faltavam secar.


Enrolada, na toalha, sentada na beirada da cama, soltava o nó que a prendia no meu corpo. Em seguida, pegava o vestido escolhido para aquela ocasião de trajes formais, um longo vestido azul marinho tomara que caia, com detalhes bordados na cor branca em volta do decote. Já estava com a roupa no meu corpo, agora era o salto alto branco, posteriormente a maquiagem brincos pulseira e um batom rosa, dava aqueles toques finais básicos, tipo cabelo e descia. -Estou pronta, mamãe vai ficar orgulhosa quando me ver.  Cochichava comigo mesma, enquanto andava calmamente até a parte externa, logo em seguida chegando ao salão de festas. Notava a presença de um homem, vestido puramente no pretão básicão. Como a boa educação manda, resolvia ir cumprimentá-lo. -Olá, prazer. Sou Safira, seja bem vindo a festa dos Scavuzzis. Sorria gentilmente, além do olhar fixo que lançava para o mesmo, esperava uma boa resposte daquele moço.


Roupa da festa:
 







Safira Bianchinni
Loving you is more than just a dream come true

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Damon Braulio C. Wimmer
Ravenclaw
Ravenclaw
avatar

Mensagens : 10
Localização : Segredo bb

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Carvalho, 23cm, pouco inflexível, fio de cabelo de Sereiano.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Qui 27 Abr 2017 - 16:39


Não sei o que colocar de título
O corvino deslizava seus pés pelo monótono e gélido chão de possivelmente dois milhões de anos, vulgo idade de Dumbledore, de existência: - Você não vai mesmo? - Indagou a Thom, seu companheiro de dormitório, que encontrava-se de certa forma gripado, ou talvez só com medo de reencontrar a Crush, mas enfim. Os olhos encontravam-se fixos ao espelho, Damon não sabia o que iria vestir, e deveras, nunca havia ido a um festa bruxa, como saberia? A única coisa que sabia, é que precisava comparecer à esta festa, Coudão é meio lerdo, precisaria da sua ajuda para dar uns pegas na Crush revoltada, uma longa e engraçada história, que será contada nos próximos episódios de “Hogwarts, o castelo dos casais”... A noite parecia não prometer um estrelato a altura da festa, que fora a promessa de animação dos Scavuzzi “compareça a festa, Damon, é uma ordem”, “será legal”, “blá, blá, blá, Scavuzzi”, "Scavuzzi meu ovo Scavuzzi", logo, não aconteceria nada nesta festa, a não ser que os mais velhos banquem os pedófilos, o que poderia deixar as coisas mais animadas para os garotos que só possuíam o intuito de ir dar uns pegas: - Última chance, eu te ponho lá de algum jeito. - Anunciou ao companheiro, enquanto escolhia uma de suas duas blusas brancas – que eram iguais – estilo “se me molhar fico sexy”: - Você lavaria roupa em um tanquinho com qual dessas aqui? - Indagou, desviando o olhar de uma para outra, rolando os olhos ao perceber o companheiro virando de costas: - Que mau humor, por isso que faço amigos lufanos, são mais bobões, mas posso mandar neles! - Exclamou, escolhendo uma das blusas, vestindo-a ao se olhar no espelho uma última vez: - Vou pedir pra ela te mandar um beijo, prometo. - Comentou em meio a um sorriso, saindo de seu dormitório a caminho do ponto de encontro.

Descia as escadarias em meio ao som de um melódico assobio executado por si, Wesley Safadão era o deus da revolta corna trouxa (revolta corna trouxa = Cornos que pegam geral para fingir que não tem chifre, mas ainda são cornos), e a moda havia pegado no mundo bruxo de tão bom que o cara era, talvez fosse efeito daqueles cabelos lustrosos, que inveja Damon possuía do mesmo, pensará até em deixar o cabelo crescer, só faltaria os olhos verdes e o noventa e nove por cento anjo, o um por cento vagabundo o Corvino já possuía, talvez um pouco mais até, mas isso não importa, voltemos ao foco da história. Descia os lances de escadas, pousando os pés finalmente ao térreo, onde encontraria o Grifino que ainda não sabia como sair do armário: - Onde esta esse menino? - Indagou, girando o corpo com influência da pinta dos pés, onde encontrava-se equilibrado: - Lixão, eu te invoco! - Exclamou sarcasticamente, invocando o garoto ao puxar sua varinha, e nada: - Rato do campo, eu te invoco! - Exclamou novamente, e nada: - Carinha que sempre sofrera Bullying pelo simples fato de ser otário, eu te invoco! - Exclamou novamente, e eis que a mágica ocorreu, um fato inesperado no mundo mágico, onde as mágicas não acontecem, o lixo ambulante aparecera: - Por Merlin, que demora. - Proferiu, estendendo a mão ao garoto, observando-o encarar o local: - Ah, perdão. - Desculpou-se, guardando a varinha: - É que estava tentando invocar um... Deixa quieto. - Proferiu em meio a um sorriso, puxando-o em direção ao saída: - Hoje é dia de brincar meu amigo. - Disse em meio a um saltito, estava animado, seria sua primeira "fulga" do castelo: - Como vamos aparatar para lá mesmo

- E aí, trouxe aquela parada? - Perguntou ao grifino que abrira um sorriso em afirmativa, tirando um pó prata brilhante de seu bolso, o pó de flu. O local da festa era um tanto distante, e o recesso das aulas ainda continuava a estender-se graças ao forte inverno que castigava o local. Ambos andavam em direção a cabana do Guarda Caça, que estava em meio a uma caça (não perguntem como os garotos sabiam): - Espero que de certo! - Disse ao deparar-se com a porta do recinto, esperando o garoto explodir o trinco da porta. Adentraram lentamente, um tanto receosos mesmo sabendo que a área estava "limpa": - Isso aqui consegue ser mais feio que vocÊ hein. - Proferiu ao rolar os olhos pelo local empoeirado, rachado, um tanto... monótono: - Eu vou primeiro! - Atirou-se a frente da lareira que havia no local, pegando o pó de flu: - O que temos que dizer mesmo? - Indagou, tentou lembrar-se da palavra, sabia que era italiana... "Mamma mia?", "Pizza?", "Mamma mia?", Scavuzzi! Pegou o pó, jogando-o no chão em meio ao proferir da palavra: - Scavuzzi!. O mundo pareceu simplesmente se desfazer, a velocidade com que o garoto se deslocava era desconcertante, com todo o sentido da palavra, pois até mesmo seu corpo não encontrava-se no lugar. Caiu no chão. Que porra foi essa?, indagou a si mesmo, tentando focar a visão em um único lugar: - Droga! - Reclamou ao perceber sua roupa suja. Debateu-se, tirando o pó, finalmente olhando a frente: - Hm... Oi. - Ergueu a mão dando um tchau ao perceber todo mundo o encarando.   



Damon Braulio C. Herakles
When you feel my heat, look into my eyes, It's where my demons hide.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victor Bianchinni Avanzo
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 16
Localização : Hogwarts

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Salgueiro, 27cm, Flexível, Pelo de Unicórnio

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 12:21



Desanimado...



Ao acordar Victor olhou pela janela de seu quarto e não teve o mínimo animo de levantar, depois de uma longa e torturante manha rolando na cama sem fazer nada foi almoçar com seus familiares que logo o avisaram que seria obrigado a comparecer a uma festa junto com seus primos e outras pessoas. Ele inclinou levemente a cabeça e perguntou o porquê, mas nada lhe foi dito como resposta apenas o obrigaram a ir de terno e pronto.
A tarde passou tão rapidamente que nem pode se animar, achou chato ter que ir para uma festa sem estar na vibe se trocou ficando um pouco bagunçado principalmente seu cabelo loiro que ele tratou de pentear de forma a fazer um penteado menos formal, olhou para o espelho, mas ainda não estava animado lavei meu rosto e fui caminhando lentamente até a sala esperando pela minha mãe que aparatou na frente do local da festa.
Adentrou o local caminhando de forma lenta e calma meio distraído o salão de festa estava lindo, mas nem mesmo aquilo o animava, olhou para o lado e para o outro o local estava praticamente procurando algum rosto conhecido, não se deu ao trabalho de olhar para frente e acabou trombando com uma linda menina loira em um vestido azul tomara que caia, e ops a menina quase cai não o vestido, mas a menina, seguro sua mão a puxando para perto, a segurando pelos braços até ela recuperar o equilíbrio, envergonhado diz em tom baixo: -Desculpa... Estava distraído... A solta suavemente corado e começa a andar se distanciando da garota, achou finalmente um lugarzinho mais calmo, com um banquinho e quase ninguém estava naquele local, se sentou, retirou sua varinha do bolso, e começou a manipular umas luzes coloridas como se fosse desenhando no ar algumas figuras que logo desapareciam, por estar entediado aquilo era o bastante para se distrair, não tendo a companhia de ninguém guardou sua varinha no bolso do seu terno respirando calmo e até ficando um pouco mais animado...



When you look at the cliff or cliff looks back at you.
Copyright © 2016 All Rights Reserved for Lotus Graphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancelot Piotr Scavuzzi
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Pinheiro, 23cm, farfalhante, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 12:24

Fellon On Base, Gettin' Worse On The Mic



Havia um grande evento na mansão Scavuzzi. Era a festa de inauguração e os Scavuzzi resolveram dar uma bela festa, onde tocariam grandes sucessos da música mundial como "Heróica", a famosa Nona Sinfonia e afins. Sim, nada como uma família refinada ter um gosto musical refinado. Mentira, ia tocar "Tuts Tuts Quero Vê", "Manda o Passinho do Romano" e "Olha a Explosão".

Enfim, Lancelot ia fazer a sua parte é claro: ele iria dormir no seu quarto. Ou pelo menos era esse o plano até que a sua mãe foi ao seu quarto e o "convenceu" a ir à festa. Como? Segredo de estado dos Scavuzzi. Se eu contar, vou ter que aplicar o protocolo padrão, que também é secreto. Mas posso adiantar que envolve farpas de bambu embaixo das unhas e queijo quente. MUITO queijo quente.

Enfim, continuando, Lancelot escolheu uma roupa social qualquer que encontrou (sim, a sra. Scavuzzi também se assegurou que ele fosse com roupas adequadas; pelo gosto dele, Lancelot iria com jeans, sandália e uma camisa do G A L O D E K A L S A (com o teclado lindinho de 2009 tocando ao fundo).

Enfim, o animago escolheu usar um terno do tipo "Se eu colocar um par de óculos aqui, vou apagar a memória de todo mundo". Por que? Porque MIB é o poder.

Devidamente arrumado, penteado (por um pombo com glaucoma) e tals, Lancelot saiu de seu quarto, trancou a porta e foi até a festa fingir se interessar por conversas que ele simplesmente não dava a mínima. Ele afrouxou um pouco a gola da camisa social, desconfortável. Não viu ninguém que conhecesse, nem mesmo Charlie ou Gawain, com quem pudesse conversar. "Saco.", pensou, enquanto olhava ao redor.

Quando olhou ao redor, não viu os seus pais, mas não se surpreendeu: talvez a sua mãe estivesse ocupada tentando expandir os domínios do Lado Negro da Força enquanto seu pai procurava o melhor jeito de prender metade da lista de convidados pro Natal.

feito por @ shawlin





                                                                             JAGUAR JAGUAR BURNING BRIGHT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Redatores do Profeta Diário
Redatores do Profeta Diário
avatar

Mensagens : 107
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 18:21


Alison andava de um lado para o outro naquele quarto, quase se consumindo de nervoso. Ela chegara de Hogwarts naquela manhã para a tão esperada festa. Ainda não tinha conhecido ninguém da família, além de seu tutor, e mal tinha visto a casa. Se trancara naquele quarto que até era bonito, considerando que quem o decorou nem a conhecia, e andava de um lado para o outro, espiando pela janela. Já estava pronta fazia meia hora, mas se olhava no espelho a cada cinco minutos, considerando destruir tudo e começar de novo. A roupa estava adequada, seu cabelo nunca ficava feio e os sapatos eram bonitos e confortáveis ao mesmo tempo, o que era praticamente um milagre. Da janela de seu quarto, a garota conseguia ver a entrada iluminada do salão de festas e os primeiros convidados já tinham começado a chegar. “É, Alison, você vai ter que enfrentar isso uma hora ou outra”, suspirou fundo e saiu do quarto.

O lugar estava lindo, tinha que confessar que isso era uma surpresa. Afinal, não se espera uma festa tão elegante e iluminada de uma família, digamos, meio trevosa. Alison reconheceu alguns rostos da escola e isso a deixou um pouco mais nervosa, já que agora eles saberiam a verdade sobre ela. Tapou a boca em um susto quando dois garotos apareceram do nada no meio do salão e não conseguiu deixar de rir ao ver que eram seus colegas de sala. Era de se esperar algo assim do Kohde e do Damon. Reconheceu também uma moça loira super simpática que cumprimentava a todos como se fosse a anfitriã da festa. Já tinha visto ela antes... Mas onde? “Beco Diagonal... Madame Malkin!” Sim, era a garota abraçadora que estava junto com o Charlie e o Lancelot naquele dia na loja de roupas. Mas o que ela estava fazendo ali? Sua cabeça começou a girar um pouco e Alison pegou uma taça de alguma coisa de uma bandeja que passava e virou o líquido gelado pela garganta para se acalmar um pouco. Foi quando quase cuspiu o líquido da boca ao ver outro rosto conhecido. Muito conhecido. “Lancelot? Como assim?” O que o menino jaguar estava fazendo ali? Alison virou o restante da bebida e caminhou até ele, tinha que tirar isso a limpo. – Lancelot? Oi. – Sorriu um pouco nervosa. – O que você está fazendo aqui?





Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancelot Piotr Scavuzzi
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Pinheiro, 23cm, farfalhante, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 18:44

YEAH I OWN THIS BEAT



Ele ouviu alguém chamá-lo. Aquela voz... será que ele estava delirando? Será que Gawain colocou alguma poção alucinógena em seu almoço de novo? Lancelot não queria ficar vendo um dragão montado numa Firebolt gritar "é nois que voa dragão!" a noite inteira. Quando ele se virou, sua mente começou a girar. "Oh por Deus, Buda, Odin, Alá, Jesus, Amon-Rá, Edmond Dantes, Ctulhu, Tiamat, Apsu, Apep, Aleister Crowley e todos os 72 demônios do Goetia que eu esteja apresentável para ela".

Aja naturalmente Lancelot, ele disse a si mesmo. Mas como da primeira vez que a vira, todo o conceito de "natural" fugiu da sua mente. Alison estava ainda mais deslumbrante que na Madade Malkin ou que na Biblioteca ou na Torre Oeste. Ele quase pegou uma taça de cristal, quebrou na cara de alguém e se transformou em jaguar, saindo da festa correndo.

Ele inspirou fundo, se lembrou das lições que aprendera com... Quem mesmo? Ah é, ninguém. Ele estava muito ocupado com "O Conde de Monte Cristo" pra aprender a ser um "muréki piranha", como Charlie (trouxas tinham gírias estranhas).

Por isso ele optou pela via diplomática. Rezando para que suas pernas não virassem gelatina, ele foi até Alison, abraçou-a leve e educadamente pela cintura, deu-lhe um beijinho no rosto e disse-lhe:

- Bon soir, mademoiselle. Qu'est dois-je le plaisir de votre-présence? - ele disse.

feito por @ shawlin





                                                                             JAGUAR JAGUAR BURNING BRIGHT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Redatores do Profeta Diário
Redatores do Profeta Diário
avatar

Mensagens : 107
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 19:11


Alison ficou o encarando sem saber o que estava acontecendo. O garoto a cumprimentou e perguntou em francês, basicamente, o que ela estava fazendo ali. Como assim? Mesmo com o susto de encontrá-lo ali, Alison não conseguiu evitar em notar como ele estava lindo com aquele terno. Faziam alguns dias que eles haviam se encontrado na biblioteca e depois na Torre Oeste. Ainda lembrava do gosto do beijo dele e isso a fez vacilar levemente, mesmo com ele ainda a segurando pela cintura. - Je suis dans ma maison. – Aproveitou que outro garçom passava e pegou outra taça, se aproveitando também para se afastar dos braços do garoto. Não sabia o que seu tutor poderia fazer se a visse ali em uma situação tão íntima com um garoto. – A pergunta é o que você está fazendo aqui. – Estreitou os olhos para ele. Será que ele a estava perseguindo ou algo assim?

A garota deu um pequeno gole em sua bebida e observou com o canto dos olhos como o lugar começava a encher e nada do Thierry chegar. Será que havia acontecido algo? Será que ele não ia aparecer? Como ela ia explicar sua presença ali? – Você foi convidado para essa festa? – Voltou sua atenção para Lancelot. Encarou um garçom que passava e, com isso, ele parou prontamente com a bandeja entre eles. – Servido? – Apontou para as bebidas.





Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancelot Piotr Scavuzzi
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Pinheiro, 23cm, farfalhante, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 19:22

YOU CAN CALL ME THE KING OR THE RULER



Ele sorriu com as perguntas dela. O relacionamento de ambos... avançou... um pouco rápido... de modo que não puderam conversar sobre, hã, uns pequenos detalhes, como o fato de Lancelot ser o sobrinho do Lord das Trevas, por exemplo.

Quando o garçom parou, Lancelot pegou uma taça de algo que não sabia o que era, bebeu, a pôs de volta na bandeja e agradeceu ao garçom. Então se virou para Alison.

- Na verdade eu queria ficar no meu quarto lendo "Frankenstein", mas uma vozinha na minha cabeça e a voz da minha mãe me convenceram que talvez fosse uma boa não tentar atrair a raiva do meu tio, já que ele é o L- - ele fechou a boca - Oops. Quase que eu falo demais. - dá um breve sorriso misterioso.

- Mas continuando, meu tio é poderoso, tem muita gente sob o comando dele e por mais que ele pareça ser durão, é uma flor de pessoa. - ele reduz a voz a um pequeno susssurro conspiratório - Cá entre nós, que ele não escute isso.

- Mas e você, mademoiselle? Posso saber quem teve a ideia de te convidar pra essa festa antes que eu fizesse o convite? Quero, ahn, bater um papo bem amigável com ele e ensinar umas coisas sobre os felinos... tipo como o jaguar costuma matar as suas presas. Nada de muito ruim vai acontecer com ele... eu acho.


feito por @ shawlin





                                                                             JAGUAR JAGUAR BURNING BRIGHT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charles W. Scavuzzi
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 58
Localização : Hogwarts eu acho

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Abeto-Vermelho, 18cm, pouco flexível, pena de Fênix

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 19:23




Não existe bem nem mal, só existe o poder, e aqueles que são demasiado fracos para o desejarem...
All Rights Reserved for Flawless

What time is it ?...
Finalmente o dia aguardado por todos na família havia chegado, a inauguração da mansão Scavuzzi, e claro, com uma bela festa como acompanhamento. Eu acordei bem cedo, não lembro a hora ao certo, provavelmente em torno das 11:00 ou 12:00, o porque disso eu sinceramente não sabia, e repentinamente um preguiça tomou conta do meu corpo, provavelmente devido ao cansaço por ter ido dormir tarde no dia anterior, e como eu não sou um homem de resistir aos prazeres da carne, fiquei deitado na minha cama olhando para o teto por horas.
Eu fiquei por longas e longas horas a olhar para o teto desperdiçando meu tempo, até que uma voz que eu reconheceria até com filtro de alteração no celular ficou resmungando na porta do meu quarto coisas como " Charles acorda agora" ou " Charles, se você não aparecer na festa você vai ver ", me levantei lentamente, ainda com muita preguiça, e me arrumei, embora aquela fosse uma festa formal, eu não estava no dia com vontade de usar terno e coisas do gênero, e do conjunto social que eu tinha no meu armário, coloquei apenas a camisa.
Abri a porta do meu quarto e sai dele, desci as escadas lentamente, afinal não tinha o porque ter pressa, e ao chegar ao Salão de festas, que eu imaginei estar lotado, boom, totalmente ao contrario, aproveitando que não tinham muitas pessoas por enquanto no salão passei cumprimentando a todos, e ao terminar fui em direção a mesa de bebidas e lá peguei uma taça de vinho, a qual eu tomei lentamente.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Redatores do Profeta Diário
Redatores do Profeta Diário
avatar

Mensagens : 107
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 19:49


Ele acabou de falar o que? Ficar no quarto? Mãe? Tio? Ele ia dizer Lord? Sim, ele ia dizer Lord. Alison engasgou com o líquido que estava prestes a engolir e agarrou um guardanapo da bandeja que passava para disfarçar a situação. “Lancelot Scavuzzi...” Como ela não tinha reparado nisso antes? Na Madame Malkin, ele se apresentou como Lancelot Scavuzzi, mas ela estava tão distraída com o charme dele e com a situação, que nem havia reparado nesse pequeno detalhe. “Droga, droga, droga”, ela havia sugado a energia do sobrinho do Lord das Trevas, vulgo seu mestre e tutor. Então, Lancelot morava ali e, se era da família, será que esperavam que o considerasse como um...primo? Alison deu outro longo gole na bebida. “Que droga”. Outra parte da conversa daquele dia lhe veio a mente "eu sou irmão do Charlie Charlie ali", o menino do sorvete era sobrinho do Lord também. Pelo menos, agora já estava explicado por que ele estava na Sala dos Quadros naquele dia.

- Eu acho que você não vai querer se meter com a pessoa que me convidou. – Talvez fosse a ironia da situação ou o efeito da bebida, já que ela já estava na segunda taça, mas a garota sentiu vontade de rir. – Como você disse, ele é uma flor de pessoa, mas acho que não ia gostar de ser ameaçado por um garoto. – O encarou com um sorrisinho, sorvendo o último gole da taça. – Mesmo que seja um jaguar muito charmoso. – Alison depositou a taça vazia em outra bandeja itinerante e se aproximou mais do garoto para que ninguém os ouvisse. – Eu moro aqui também e o seu tio é meio que meu pai adotivo. Acho que isso significa que somos primos. – Cruzou os braços e ficou esperando a reação do garoto. Seria interessante.





Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancelot Piotr Scavuzzi
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Pinheiro, 23cm, farfalhante, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sex 28 Abr 2017 - 21:20

I'M A LEADING MAN AND THE LIES I WEAVE ON ARE OH SO INTRICATE



Huh.

Alison era filha adotiva do seu tio. Alison era filha adotiva do seu tio. Alison era filha adotiva do seu tio. Lancelot estava sentindo seus neurônios fritarem. Quase dava pra sentir o cheiro de churrasco saindo da cabeça dele. Quando ela se aproximou dele, o animago sentiu o cheiro que se desprendia da pele da garota e precisou se conter para não atacá-la... Calma Lancelot. Aqui não. Agora não.

Ele sorriu com as palavras dela: - Bem, o bom é que estamos em casa então. E eu acho sinceramente que o tio... - nisso ele viu um garçom com um refrigerante que ele gostava - Ô MEU MEWTWO, CHEGA MAIS! - quando o garçom veio, Lancelot bebeu o conteúdo de uma taça e a devolveu à bandeja - Valeu aí, meu Digimon - ele disse, dando um tapinha no ombro do dito garçom enquanto este ia embora.

- Enfim, eu devo dizer que isso facilita muito a minha vida - então o animago dá um pequeno sorrisinho maquiavélico enquanto se aproxima de Alison e sussurra no ouvido dela:

- Eu pensei como seu nome soaria com um "Scavuzzi" depois que eu colocasse nele... Só não esperava que você já tivesse um. E sabe, Ali... Digamos que, mesmo que Deus e o mundo a vejam como minha prima... nada disso vai atrapalhar alguns... projetos meus para o futuro. - pausa - E eu sempre posso lidar com os... problemas... de forma adulta, madura e responsável. Com violência, já que ela resolve todos os problemas do mundo. Se não resolver, então eu só não usei o suficiente.



feito por @ shawlin





                                                                             JAGUAR JAGUAR BURNING BRIGHT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Oliver B. Scamander
Hufflepuff
Hufflepuff
avatar

Mensagens : 31

Ficha Bruxa
Casa:
Ano Escolar:
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 0:05



Oliver B. Scamander
Sinto o sol bater no meu rosto, tento me revirar na cama mas pouco depois abro os olhos já declarando desistencia a claridade do dia.

"É hoje?... É, é certamente hoje a festa que a maninhamon me chamou..."

Sorrio sozinho a pensar nisso, na verdade não estava nem tão animado para ir, tenho muitas coisas para resolver hoje mas não posso deixar minha maninhamon na mão, festa ou nadar na lava eu iria de qualquer forma.

Me levanto e me visto com uma roupa mais formal que o normal para estar de acordo com os vestuários comuns do ministério e quando chego lá tenho o esperado... apenas mais um dia cheio com reuniões com assuntos que não entendo porque não chamam logo meu tio Belchior.

Na saída já olho para o céu e penso "Não devo me atrasar" então aparato dali para minha casa e vou me arrumar para a festa. Uma hora depois já estava bem penteado e vestido como deveria. Blu se escondeu em minha manga como de costume, dessa vez enfeitiçada para que ele apareça e sigo para a festa.

Sem mais delongas aparato para a porta da casa, caminho e dou um aceno de cabeça para o recepcionista que abria a porta com um gesto formal de comprimento. Aquele era apenas o inicio do garbo e elegância que essa festa viria a ter.

Ao entrar olho para todos os convidados que estavam imersos em suas próprias conversas. Pouco tempo olhando já consigo ver Safira ao longe, caminho lentamente em direção dela pegando uma taça qualquer da bandeja de um garçom que me abordava no meio do percurso.

- Obrigado

Digo enquanto dou um aceno educado com a cabeça para o garçom que se retira em seguida.

Volto a caminhar em direção de Safira...


Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luciel C. Bianchinni
Ravenclaw
Ravenclaw
avatar

Mensagens : 3

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Nogueira, 20cm, pouco flexível, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 14:12

I'll be there for you , Ravenclaw

Uma festa, poderia ser bom para a corvinata, mas a mesma ainda não se sentia parte da família que a pouco ingressara. Era como se sentir em um local estranho com bruxos e bruxas esquisitas e isso fazia com que a morena ficasse um tanto desconfortável perante aquele grupo tão grande de pessoas em um local festivo.

Luciel andava de forma calma até parar diante da mansão da família, respirou fundo e acertou a saia do vestido que trajava. Apesar das cores escuras, era o que ela mais se sentia confortável para se apresentar definitivamente para a família, ainda mais que ainda estava de luto por ter perdido o único irmão que ainda cuidava da pequena crowguardian.

O salão estava decorado, era algo diferente e ao mesmo tempo espetacular para a menina, mas ainda sim sentia-se como uma estranha no ninho e logo foi procurar um local solitário ao fundo para ficar calma. Não conhecia muitas pessoas, talvez somente sua própria mãe e vez ou outra ouvia falar sobre alguns familiares que a menina sequer conseguia lembrar o nome e os rostos de inicio. Ao encontrar o local afastado que precisava, a mesma cantarolou a melodia de uma musica para tentar acalmar seu próprio nervosismo - Sotto nagareru hiroi , Kawaita kumo ga tooru , Hai iro no watashi wa , Tada jitto kiete iku no wo- a voz baixa e doce tinha um tom de melancolia cantarolando aquilo.



tradução da musica cantarolada:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alison Scavuzzi Natsya
Redatores do Profeta Diário
Redatores do Profeta Diário
avatar

Mensagens : 107
Localização : Rússia/Londres

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Ébano, 25cm, farfalhante e Pena de Hipogrifo

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 16:36


Alison observava as reações do garoto, achando um pouco engraçado. Ou ele já estava meio bêbado ou aquilo era o nervosismo o dominando. Arqueou uma sobrancelha quando ele gritou o garçom e o tratou com aquela intimidade como se fossem amigos de infância. “É, ele ainda está processando a informação...”, Alison pensou, pegando uma taça daquele refrigerante também. Deu um gole e colocou na bandeja de volta, esboçando uma leve expressão de desagrado. Muito doce, ela preferia mesmo era um bom champanhe. Arqueou novamente as sobrancelhas quando ele falou sobre facilitar sua vida. Então, o garoto estava pensando que seria bom eles morarem na mesma casa... Levando em conta o jeito que ele a beijara e o jeito que a olhava como se quisesse pular em cima dela a todo instante, ele devia estar pensando que teria livre acesso ao quarto dela quando quisesse. Esse pensamento fez Alison esboçar um leve sorriso.

Certo, a próxima parte do discurso a pegou de surpresa. Então, não foi só ela que pensou em tomar posse de alguém ali. Ele também estava com pensamentos a longo prazo sobre ela. Alison manteve os olhos fixos nos dele, enquanto tentava controlar sua respiração com a proximidade do garoto. O cheiro dele invadia suas narinas e confundiam levemente seus sentidos. Quanto tempo resistiria até beijá-lo de uma vez? “Aqui não, Alison... Por enquanto, não...”, sua consciência a aconselhava. – Engraçado... Quando te conheci, poderia jurar que era um bom garoto... Não sabia que era tão determinado em conseguir o que quer. – Deu uma certa ênfase à última parte da frase, o encarando com um sorrisinho. “Flertando, Alison? Really?” – Então... – Deu um passo para trás para se controlar melhor. – Você é de qual lado da família? Do Thierry ou do Aaron? – Já estava claro na pergunta: você é do bem ou do mal?





Alison Lauren Scavuzzi Natsya ♕
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kohde MacNeil Kaspersen
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 14

Ficha Bruxa
Casa:
Ano Escolar:
Varinha:

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 16:48

Embora tivesse uma certa amizade com Alison, uma das garotas com quem estuda desde o primeiro ano em Hogwarts, receber um convite para a festa de inauguração da nova mansão Scavuzzi fora uma surpresa. Logicamente Kohde se sentiu contete pelo fato de ter o recebido, não haviam muitos problemas além de arranjar uma maneira de fugir de Hogwarts até a Rússia, bem como arranjar o traje de gala. Na noite da festa, buscou por alguns minutos sua melhor roupa, vestindo-se com esta, esperava não ser barrado. Sem pressa, o rapaz apanhou uma mochila, apoiando uma alça no ombro esquerdo, se dirigindo então a grande escadaria. Os boatos eram que a comunal da corvinal ficavam à alguns andares abaixo, logo bastava descer para que ... - Hãm ? - Indagou ao ver Damon com uma varinha em mãos, tentando disfarçar palavras anteriores nas quais Kohde não chegara a ouvir. Sem delongas, o garoto da Grifinória retirou um pequeno pote com a quantidade necessária de pó de flu para uma viagem de ida e volta. - Foi difícil de conseguir, mas é todo seu. - Brincou com um sorriso, entregando o recipiente do pó para o jovem corvino. Seguir para a cabana do guarda-caças só era complicado devido ao fato do frio, mas além disto, uma caminha pacata. - Confiança, man, confiança. - Respondera sobre a possibilidade daquilo dar errado. Kohde sabia que era um plano duvidoso, imagina se fossem parar em um rancho mal-assombrado nos confins do Utah. Ainda assim, tinham que ser positivos.

- Bombarda! - Proferiu o feitiço que explodiu somente a fechadura da porta da cabana devido a baixa intensidade de magia optada por Kohde neste feitiço. Uma vez dentro, bastavam seguir até a lareira e ver no que daria. - Maneiro cara, quer um biscoito ? - Respondeu a piada de Damon sobre a sua aparência. Assentiu com a cabeça sobre o fato do corvino ir em primeiro, já que este queria testar outro fato curioso. Retirando uma pitadinha do pó de flu do pote, Kohde pôs o mesmo sobre a mesa e com uma fileira pequena, o garoto fechou uma das narinas, sugando o pozinho com a outra. Naquele mesmo instante, o mundo parecia mais animado, diferentemente de quando se está embreagado, o jovem não estava mais lento e bobo, era exatamente o contrário. - Mansão Scavuzzi! - Exclamou seguindo Damon, passando pela mesma situação que seu colega. Ao chegar no local, não havia notado sua roupa suja de pó, mas estava notando como aquela festa tinha gente, de um jeito um tanto quanto peculiar. - Merlin, quanta gente! Mano ... Mano, mano, tem gente demais cara. - Disse gesticulando e dando meia-volta para sair dali, mas logo fora impedido por Damon, uma vez que haviam acabado de chegar. - Tá bom, tá bom, tá bom, deixa eu pensar ... Vamo achar a Alison. - Certamente Kohde estava ligeiramente fora de si. O mesmo tomou a dianteira, andando no por entre todos da festa. - ÔÔH ALISON! - Gritou sem pensar. Continuando a busca, esperava que Damon estivesse o seguindo. - ALISON! ... Cadê essa garota. - Nhá, talvez não devesse cheirar pó de flu outras vezes.

OFF: Totalmente aberto à interações, basta me avisar por MP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lancelot Piotr Scavuzzi
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 36

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Pinheiro, 23cm, farfalhante, corda de Coração de Dragão.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 17:09

IT ONLY TAKES A DROP OF EVIL...



Alison recuou um pequeno passo enquanto Lancelot absorvia as palavras da loira. Uh. Com a última pergunta ele deu um pequeno sorriso misterioso:

- Depende do seu ponto de vista. De qual lado você quer que eu seja?

O cheiro de Alison o estava quase enlouquecendo, mas Lancelot conseguiu manter a sua compostura.

- Digamos que, de todos, o mais próximo do tio Thierry é o Charlie, mas eu e o Gaw sempre fomos os filhos prediletos da nossa mãe e você sabe né? Provavelmente eu possa conseguir um emprego de , ah, "lixeiro" ou talvez mordomo, se é que você me entende, Ali... - ele tornou a sorrir e dessa vez era possível ver a sombra do jaguar em seu rosto: o predador que sozinho aterrorizou a América do Sul e pode matar com facilidade animais duas, até três vezes maiores.

- E então, senhorita? - ele se aproxima de Alison - Seria indelicadeza da minha parte perguntar de qual lado da Força devo esperar encontrá-la?


feito por @ shawlin





                                                                             JAGUAR JAGUAR BURNING BRIGHT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Damon Braulio C. Wimmer
Ravenclaw
Ravenclaw
avatar

Mensagens : 10
Localização : Segredo bb

Ficha Bruxa
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Carvalho, 23cm, pouco inflexível, fio de cabelo de Sereiano.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 18:39


E a festa começou
A festa parecia um tanto monótona, a conformidade e elegância haviam tomado o local: Gente bem vestida, com o semblante sério e um tanto sombrio predominava. O garoto bocejava, encarando tudo e a todos, seu colega demorava a chegar, talvez tivesse inventado de fazer algo antes de finalmente se jogar na lareira - talvez estivesse passando seu perfume, o cheiro não estava muito bom - que nem um louco: - Acho que terei que divertir esta festa antes que o Coudi chegue. - Proferiu um tanto entusiasmado, e deveras, uma festa sem loucura, gente dançando em cima da mesa, nudes e drogas não é uma festa. Iniciou sua caminhada, olhando aos lados procurando um dos duzentos garçons que carregavam taças de vinho. Dam não era de beber, havia bebido pouquíssimas vezes em sua vida, mas toda festa era propensa para o ato, principalmente quando suas altas taxas de loucura e demência eram cobradas: - Ei?! Pinguim?! Me arranje um desses aí. - Pediu em alto tom para o homem que quase corria. Pegou sua taça, dando uma leve golada enquanto procurava a primeira cocota da noite: - Acho que será aquela ali. - Escolheu com um sorriso malicioso no rosto quando ouviu um baque igual ao seu, anteriormente, no chão. Andou em direção a lareira, um estrondo daqueles só poderia ser de alguém tão idiota quando si. Era Coudi.

Andou até o grifino, abrindo um sorriso ao percebe que obtivera o mesmo fim após sua viagem: - Um pouco divertido, não? - Indagou, postando a taça de vinho, que fora ignorada. Deitou a cabeça levemente ao lado, semicerrando os olhos ao perceber uma alegria exagerada brotando do rosto do garoto: - Não acredito... Você fez aquilo, não fez? - Perguntou em êxtase, abraçando o garoto: - Por que não me esperooo... - Interrompeu a frase, observando o garoto tomar a frente, um tanto exaltado. Apenas riu. Segui-o, apenas observando o novo show iniciar-se, finalmente a festa iria começar de verdade. A atenção voltava aos dois, todos começavam a virar-se para nós: - Ei! Ei! Espere aí! - Gritou a Coudi que chamava por Ali: - Daqui a pouco a procuramos, ou melhor, vamos fazê-la nos procurar. - Disse malicioso, pegando um garfo em uma das mesas, batendo-o na taça diversas vezes até chamar a atenção de todos: - Por favor, por favor! Um momento de atenção. - Iniciou seu discurso, dando um tapa no ombro de um dos garotos a sua frente que ainda falavam. Postou-se ao lado de Coudi, que sorria se razão, com certeza estava muito louco: - Hoje está ocorrendo umas das maiores festas do mundo bruxo, e o meu amigo aqui quer agradecer a uma pessoa muito especial que o convidou! Com vocês, Kohde! - Informou, hasteando os braços ao lado, apresentando o menino que agora era observado por todos.


Damon Braulio C. Herakles
When you feel my heat, look into my eyes, It's where my demons hide.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Megan Vanderwaal Metzger
Monitora de Hufflepuff
Monitora de Hufflepuff
avatar

Mensagens : 27
Localização : Hogsmade

Ficha Bruxa
Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Amieiro, 23cm, inflexivel, fio de cabelo de Sereiano.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Sab 29 Abr 2017 - 18:55

MANSÃO SCAVUZZI


  Hoje era o dia que a família Scavuzzi daria uma grande festa em sua nova mansão, e meu pai, como um adorador de comemorações e bebidas, não deixaria uma festa dessas passar e muito menos sem levar a sua única filha, eu.
  - Pronta? - Meu pai pergunta batendo na porta repetidas vezes. - Megan! - Ele bate mais uma vez, impaciente.
  - Pronta! - Digo abrindo a porta e sorrindo para ele. Ele somente me olha de cima a baixo, observando meu vertido longo, vermelho e simples. Ele então ergue uma de suas sobrancelhas e resmunga algo como " Já estamos mais do que atrasados e eu ainda ten..." e mais alguma coisa que eu me recusei a ouvir.
                                                                 
   Quando chegamos no local meu pai foi cumprimentar as pessoas ali presentes e obviamente procurar alguma bebida para colocar entre os lábios. Enquanto meu pai estava rindo e se divertindo, comecei a andar pelo salão de festas e procurar por alguém conhecido, e claro, procurar os donos da festa para cumprimenta-los, dizer que a festa estava incrível e agradecer a Natasha por ter me convidado.
   O salão estava lindo e muito bem decorado, tão bem decorado que eu nem mesmo sabia para onde olhar. Muitas bebidas diferenciadas - que eu acabei me atrevendo a olhar mas não bebi, pois meu pai, o homem enorme que tinha me trazido a festa, me olhava pelo conto do olho -, comidas salgadas e doces, muitas luzes e tudo que se possa imaginar. Era lindo. " Claro que é tudo lindo, é uma festa da família Scavuzzi ! " pensei.

   Continuei caminhando sem destino pelo salão, olhando para todos os lados e torcendo para encontrar alguém que eu conhecesse. De repente - por sorte - ,escuto alguém chamando por mim e me viro imediatamente...

 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Safira S. Bianchinni
Hufflepuff
Hufflepuff
avatar

Mensagens : 24

Ficha Bruxa
Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Castanheira, 20cm, flexível, pelo de Unicórnio.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Dom 30 Abr 2017 - 4:59


Festa Scavuzzi, é hora do show

Aquela festa aos poucos, parecia bombar vários convidados chegavam, dentre eles grande parte alunos, alguns de rostos conhecidos, outros não. O senhor, ainda não tinha me respondido. Me causava tristeza, sair sem esperar a resposta do mesmo, porém era necessário então, apenas pedia desculpas por sair apressada daquela maneira. Rapidamente, já ia na direção do primo Victor, ele parecia emburradinho, e não podia deixa-lo ali tão quietinho. -Olha só quem resolveu sair de casa, nem avisou nada para mim. Podia ter te recebido, está emburrado porque é uma festa com gente desconhecida? Tem eu, vem aqui primo. O abraçava, por alguns segundos enquanto esperava que ele fosse se sentir melhor, nesse momento avistava meu maninho Oliver chegar, prometia ao primo fofo, que voltaria logo então logo corria na direção de Olivermon, para lhe dar um abração daqueles bem apertados.


-Olha como, meu maninho Olivermon está gato. Fico muito feliz, que você e o Victor estejam aqui. Venha ele está logo ali. Dizia, enquanto apontava na direção do priminho, e puxava Oliver, pela mão.  Na mesma hora avistava Alison, Lancelot, Charles, Damon. A prima Luci, e a fofa da Megan, sem pensar duas vezes ia primeiro na direção de Meganmon, a abraçava por trás enquanto falava que era era eu, arrastava ela também, puxava ambos na direção da priminha Luci, dava um abração nela também. Puxava os três para a mesa, aonde Victor estava, no meio do caminho pedia a um dos garçons para trazer comes e bebes para a mesa indicada por mim.


Bom meu dever, por enquanto estava feito. Reuni todo mundo, em uma mesinha só, foi preciso ignorar aquele show que Damon e o outro garoto davam, afinal era com Alison o negocio, e ela estava na festa, conhecendo o Lance,
ele vai querer matar ambos. Logo me sentava, enquanto apontava para os outros também se acomodarem.-Viu. Dizia sorrindo para, Victor. -Eu disse que voltava, agora se anima que trouxe pessoas super legais, quero apresentar, Megan, minha amiguinha lufana do heart. Megan esses, são meus dois, primos e meu irmãozão gato. Sorria alegremente, ao mesmo que dava gole da bebida, recém adquirida por mim.


Roupa da festa:
 







Safira Bianchinni
Loving you is more than just a dream come true

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Megan Vanderwaal Metzger
Monitora de Hufflepuff
Monitora de Hufflepuff
avatar

Mensagens : 27
Localização : Hogsmade

Ficha Bruxa
Casa: Lufa-Lufa
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Amieiro, 23cm, inflexivel, fio de cabelo de Sereiano.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Dom 30 Abr 2017 - 14:16




       Safira correu até mim e me abraçou com toda força lufana que ela tinha, olhou para os lados sorrindo animada e correu me puxando junto a ela em direção a algumas pessoas. Então, com facilidade e carisma, em um piscar de olhos ela já tinha reunido várias pessoas em uma mesa só. Logo em seguida deu sinal para um dos garçons, que logo veio com as bebidas e tudo mais.
    Safira se apressou em me apresentar a seus primos e todos ali presentes. Cada um deles se levantou rapidamente para me cumprimentar. Sorri carinhosamente enquanto dava um breve beijo na bochecha de cada um, inclusive Charles que estava ali por perto.


       - É um prazer conhecer  vocês! – Digo aos primos de Safira.
   
    Uma música começou a tocar e muitas pessoas se direcionaram ao centro do salão, começando a dançar casualmente sem se importar com os olhares sobre eles.
     Vi que umas das cadeiras ao lado de Victor estava desocupada e me sentei com pressa, para que nenhum dos garotos que estavam dançando sozinhos me pedissem uma dança, pois todos eles pareciam malucos por qualquer garota que os olhasse. Então, sem pensar duas vezes, peguei uma das taças em cima da mesa – que eu tinha certeza que era somente uma limonada com gelo - e bebi todo o líquido na esperança de me distrair. Percebo que meu pai ainda me observa com um olhar matador e quase engasgo com a bebida.


- Não tem álcool pai... – Sussurro levantando as mãos em forma de rendição. – Eu juro.

   Ele só estava sendo um bom pai e me vigiando, como sempre faz.
   “Adolescentes sempre se atrevem a provar o que não devem, eu não quero que você seja assim, tenha cuidado! “, eu me lembrava das palavras que ele disse repetidas vezes antes de chegarmos a festa.
     Ele é sim uma boa pessoa e um dia vai aceitar que eu estou crescendo, mas esse dia não é hoje, eu sabia.
   
     Olho para todos na mesa e começo a brincar com a taça que já estava quase vazia, olho para Safira e abro um sorriso dizendo :

   - Gostei do vestido, é muito bonito. Você vai ser muito disputada hoje lufana! –  Disse em tom brincalhão na espera de que a conversa na mesa começasse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charles W. Scavuzzi
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 58
Localização : Hogwarts eu acho

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Abeto-Vermelho, 18cm, pouco flexível, pena de Fênix

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Dom 30 Abr 2017 - 18:01




Não existe bem nem mal, só existe o poder, e aqueles que são demasiado fracos para o desejarem...
All Rights Reserved for Flawless

What time is it ?...
Eu estava na minha, tomando aos poucos um pouco de vinho, eu fiquei por pouco tempo olhando o teto já que não tinha com quem falar no local, quando virei-me para trás repentinamente o salão estava lotado, tendo a maioria dos convidados os alunos de Hogwarts, eu me apoiei na mesa e observei o local todo, não estava acontecendo nada de mais, até um dos convidados subir em cima da mesa e falar algumas coisas que eu ignorei, quando terminei meu vinho pude perceber um olhar de Safira para mim, obviamente me pedindo para que eu a seguisse.
Eu segui minha prima Safira, que reuniu um pequeno grupo de pessoas no canto do salão, eu cumprimentei a todos devidamente, até que um moça que eu não conhecia beijou minha bochecha, quando olhei para ver quem tinha beijado minha bochecha.
Meu coração repentinamente acelerou mais que um carro de formula 1, minhas pernas ficaram bambas, e eu não conseguia tirar os olhos do rosto da garota, eu só conseguia pensar no quão bela ela era, será que aquilo era o que chamavam de amor ?, enquanto eu admirava tamanha beleza, uma música romântica começou a tocar no fundo, ela se sentou em um banquinho não muito distante.
Eu reuni o máximo de coragem que tinha e caminhei lentamente até a moça, quando me aproximei dela estiquei o meu braço direito para ela com a palma da mão aberta:
- Olá Senhorita, desculpe minha petulância, mas você me concederia uma dança ?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gawain Piotr Scavuzzi
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 4

Ficha Bruxa
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 4º ano
Varinha: Aveleira, 26cm, pouco inflexível, lasca do Chifre de Unicórnio.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Dom 30 Abr 2017 - 20:33

☾ Gawain Piotr Scavuzzi ☽
Flowers in autumn are soooo much pretty! why? 'cause they are dying <3




Sabe aquele momento que você não sabe o que vestir em uma festa chique? É, pois é. Gawain não. Seu gosto foi sempre requintado com um toque de "tanto faz" e um típico "isso serve". Ele colocava absolutamente qualquer roupa que ele achava boa ou, no mínimo, confortável. Independente de estampa. Independente de ocasião ou cor. Simplesmente não fazia sentido passar horas ou até mesmo mais que dois segundos escolhendo uma roupa para que os outros digam que está bom: quem decide que está bom é você.

Além disso. Ele tinha o melhor plano B do universo, isto é, suas "roupas de pele de tigre". He, he. Suas favoritas. Ele não se importava em assustar ou deixar as pessoas desconfortáveis. Em sua forma de tigre, poucas pessoas se dirigiam diretamente á ele, o que era bom. O grande problema era o barulho... Tilintares de pratos, talheres e taças chocando-se incansavelmente uns contra os outros eram um problema e tanto para um dos animais com melhor senso audível conhecido, mesmo entre seres fantásticos. Os tigres-brancos gostavam de silêncio, Gawain adorava ainda mais que eles. Ele idolatrava o silêncio e a paz que vinha com ele, preferia perder-se em pensamentos do que ouvir as palavras tolas que saltam das bocas estúpidas e cheias de comida dos porcos humanoides ricos.

Bem, desta vez ele se vestiu de uma forma que achava decente: camisa social branca, gravata preta de laço, calças jeans escuras com uma cinta de couro tradicional e um terno preto aberto por cima da camisa. Ele achava que servia. Nas mãos carregava uma bengala, estava com um talho na perna devido á uma de suas andanças felinas, por isso achava que se apoiar em algo viria á calhar na forma humana mesmo que como tigre não o atrapalhasse em nada, e uma cópia em galês antigo das Lendas Arturianas. Ele havia escondido no bolso interno do Smoking outros exemplares como o pergaminho Necronomicon em hierático, a Chave Menor de Salomão em árabe antigo e uma edição encapada á couro do Enuma Elish... Junto com uma faca de prata e a varinha, para caso houvesse algum problema na festa.

Adentrou o recinto em silêncio... A dúvida o bateu entre ficar em silêncio lendo ou voltar para o quarto. Várias pessoas se desposavam do Salão, como ele podia ver, não que se importasse com isso. Apenas sentiu que seria uma longa noite... Talvez uma noite interessante, talvez uma noite horrivelmente tediosa ou coberta por retardados. Ele não se importava realmente. Ele sabia que chamar aquilo de "injusto" o tornaria um tolo. Por isso meramente suspirou exasperado e caminhou, se apoiando na bengala e lendo seu livro. Silenciosamente atento para caso alguém entrasse em seu caminho.




White Tiger's Broken Mind




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alana Kuznetsov Odegaard
Monitora-Chefe
Monitora-Chefe
avatar

Mensagens : 101
Localização : Em alguma cozinha

Ficha Bruxa
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 5º ano
Varinha: Choupo-Branco, 28cm, inflexível, Lasca do Chifre de Arpéu.

MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   Dom 30 Abr 2017 - 20:38



Festa -q


Preguiça. Uma palavra que defina a minha noite, não estava com nenhuma vontade de aparecer naquela festa, preferia ficar em casa fazendo vários nadas do que ir a uma festa que certamente iria acontecer alguma coisa já que todas as festas aconteciam. Suspiro pesado indo até o closet e pego um vestido qualquer branco junto com um salto alto preto e volto para o quarto colocando ambos na cama, já havia tomado banho e me maquiado, só faltava mesmo era me vestir.

Visto minha roupa e os sapatos e me encaro no espelho arrumando meu cabelo, iria deixá-lo solto mesmo, era melhor do que ficar tendo que arrumá-lo. Saio do meu quarto e vou até o meu elfo, sim, o meu elfo iria me levar já que pra variar o meu pai estaria ocupado. Aparato dali com meu elfo e o vejo sair assim que chegamos à porta da mansão Scavuzzi, suspiro pesado e espero a Illy já que havíamos combinado de ir juntas a tal festa.



“Às vezes, tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta”
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah


Agora eu vou deixar o que passou para trás, e recomeçar no que ainda está por vir.
Alana Odegaard
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Salão de Festas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Salão de Festas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» COQUETEL DE INAUGURAÇÃO DO HAPPY HOUR
» Festa de Halloween!
» Aniversário de Edward W. Kimoy (Festa Fantasia)
» Vampiros , lua, bréjo, festas e outras coisas mais.. ( cronica livre )
» Salão Real

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Potter Go :: Mundo Trouxa :: Europa :: Mansão Scavuzzi :: Área externa-
Ir para: